top of page
  • Foto do escritorRafael de Angeli

A17 Bionic dos iPhones 15 Pro e 15 Ultra pode ser 35% mais eficiente para maior duração de bateria

O chip A17 Bionic, para os modelos de última geração do iPhone 15 de 2023, pode ser 35% mais eficiente em comparação com o atual A16 Bionic, graças ao uso da mais recente tecnologia de processamento de 3 nanômetros.


A Apple deve adotar a tecnologia de processo menor de 3nm para os chips dos ‌iPhone‌s topo-de-linha de 2023, destinado a ser o A17 Bionic. O chip A16 Bionic atual dos iPhones 14 Pro e 14 Pro Max usa o processo de 4 nm da TSMC, que oferece eficiência e desempenho aprimorados em comparação com o chip A15 Bionic baseado no processo de 5 nm do ano anterior, presente na linha iPhone 13 e nos iPhones 14 e 14 Plus.


A produção em massa do processo de 3 nm da TSMC começou esta semana, e a Bloomberg cita o presidente da empresa, Mark Liu, dizendo que o processo mais novo exigirá 35% menos energia, ao mesmo tempo em que oferece melhor desempenho do que o processo anterior de 5 nm. A Apple deve ser a maior cliente da TSMC no processo de 3 nm, supostamente usando-o para os próximos chips M2 Pro e ‌M2‌ Max dos próximos Macs e para o A17 Bionic dos ‌iPhones 15‌ Pro e "15 Ultra".


Na semana passada, uma notícia revelou novos desafios que a Apple enfrentou ao desenvolver o chip A16 Bionic para os iPhones 14 Pro e ‌14 Pro‌ Max. De acordo com o site The Information, a gigante de Cupertino tinha planos mais agressivos para melhorar ainda mais a GPU do chip, chamando de "salto geracional". A Maçã inicialmente queria incluir recursos de Ray Tracing para a GPU do A16 Bionic, mas os planos falharam depois que o processador superaqueceu, levando a uma vida útil da bateria fraca. Por fim, a empresa mudou os planos e incluiu uma GPU baseada no chip A15 Bionic de 2022.


A falta de uma GPU mais avançada no chip A16 Bionic pode significar que veremos melhorias mais consideráveis no processador A17 Bionic nos modelos ‌do iPhone 15‌ de última geração do próximo ano. Pela primeira vez, com a linha do iPhone 14, a Apple deu apenas aos modelos Pro de ponta o chip A16 Bionic mais recente, mantendo os smartphones de entrada (iPhones 14 e 14 Plus) com o chip A15 Bionic do ano anterior. Esse mesmo precedente deve continuar em 2023, com apenas os modelos mais sofisticados da linha ganhando o A17 Bionic, enquanto o restante usará o chip A16 Bionic deste ano.


Conceito/Reprodução: Technizo Concept

Detalhes sobre o ‌iPhone 15‌, ‌iPhone 15‌ Pro de última geração e possivelmente o ‌iPhone "15‌ Ultra" são escassos, mas esperamos melhorias nas câmeras (incluindo lente periscópio), conector USB-C, expansão da Dynamic Island para todos os modelos da linha e muito mais.



Fontes: Bloomberg, The Information e MacRumors

30/12/2022 - 17h31

Comentários


bottom of page