• Rafael de Angeli

Novo iMac Pro poderá ser lançado com chip 'M1 Max Duo' com até 20 núcleos de CPU

O iMac Pro de próxima geração pode apresentar um chip "M1 Max Duo" com 20 núcleos para processamento e até 64 para gráficos, de acordo com rumores.

Reprodução/Render: @theapplestack

Como o nome sugere, espera-se que o chipset consista em dois chips M1 Max combinados para dobrar o desempenho. Ele também pode ter até 128 GB de RAM, o dobro do que está disponível atualmente nos MacBooks Pro mais recentes.


A Apple tem nos surpreendido com seus chips Apple Silicon M1 desde sua estreia no ano passado, superando facilmente os chips Intel que substituíram o MacBook Air, o MacBook Pro, o Mac mini e o iMac. E eles estão cada vez melhores.


Os novos M1 Pro e M1 Max nos MacBooks Pro lançados em outubro são significativamente mais poderosos, e há rumores de que Cupertino está planejando chipsets ainda mais robustos para sua próxima geração de desktops profissionais, incluindo um novo iMac Pro.


APPL Tree e Max Tech no YouTube relatam que a Apple pode estar planejando um novo chip M1 Max Duo para o seu tudo-em-um mais poderoso, que terá essencialmente dois chips M1 Max combinados para o dobro da potência.


Isso permitiria até 20 núcleos de CPU, até 64 núcleos de GPU e até 128 GB de RAM, que corresponderia à capacidade máxima do iMac de 27 polegadas, que ainda possui chips Intel, enquanto supera seus chips Core i7 e Core i9.



Hector Martin, um desenvolvedor que atualmente trabalha para portar Linux para modelos de Macs M1, relatou, no início deste mês, que o macOS inclui "muitas" referências a chips "multi-die" e que os novos M1 Pro e M1 Max são "claramente projetados com uma segunda metade (atualmente não utilizada) para um segundo chip”.


Em outras palavras, parece que a Apple já abriu o caminho para a fusão de dois chips M1 Pro ou M1 Max. Isso pode mudar no próximo ano com o iMac Pro, e talvez com o Mac Pro de próxima geração também.



Fonte: Cult of Mac

1º/12/2021 - 23h56