• Rafael de Angeli

iMac Pro será descontinuado com pouco mais de 3 anos de vida e sem atualizações

A Apple confirmou que o iMac Pro será descontinuado quando os suprimentos acabarem e recomenda um iMac ‘comum’ de 27 polegadas.


Após os lançamentos, no final de 2020, de novos Macs com M1, chip próprio da Apple que está revolucionando o mundo dos computadores, rumores dão conta de que, em breve, veremos novos modelos de MacBooks Pro, novos iMacs em várias cores e novos Macs Pro.

A gigante de Cupertino, no final de semana, adicionou um aviso "enquanto durarem os estoques" à página do produto iMac Pro em todo o mundo e removeu todas as opções de atualização para o computador, deixando apenas a configuração padrão disponível para encomenda.


Desde então, sites americanos especializados em tecnologia confirmaram com a Apple que quando os suprimentos acabarem, o iMac Pro não estará mais disponível. A Maçã diz que o mais recente iMac de 27 polegadas, lançado em agosto de 2020, é a escolha ideal para a grande maioria dos usuários de iMac profissionais, e disse que os clientes que precisam de ainda mais desempenho e capacidade de expansão podem escolher o Mac Pro.


O mais recente iMac de 27 polegadas possui uma Tela Retina 5K de 5120 x 2880 P3 com True Tone e uma opção de vidro nano-texture, processador configurável do Intel Core i5 até o Intel Core i9 de 10 núcleos de 10ª geração, até 128 GB de RAM DDR4, até 8 TB de armazenamento SSD, possibilidade de chip gráfico AMD Radeon Pro 5700 XT, opção Ethernet de 10 Gb, câmera 1080p de alta resolução, alto-falantes e microfones aprimorados e muito mais, com valores que, no Brasil, vão de R$ 24.249 a R$ 113.498 na configuração mais parruda.


Embora o iMac de 27 polegadas com chip Intel seja a recomendação da Apple, rumores sugerem que um iMac redesenhado com chip Apple Silicon de próxima geração e um design inspirado no Pro Display XDR topo de linha será lançado ainda este ano.


Lançado em dezembro de 2017, o iMac Pro não recebeu nenhuma atualização substancial de hardware em sua vida útil. O computador, no Brasil, custa R$ 67.099, em 12x sem juros, ou R$ 60.389,10 à vista, com 10% de desconto, no modelo mais “básico”. Como dissemos acima, já não é mais possível personalizar o computador, o que o deixava com preços estratosféricos e altíssima performance. Nos Estados Unidos, o iMac Pro “simples” custa US$ 4.999 e também não pode mais ser personalizado.



Fonte: MacRumors

10/03/2021 - 1h48