top of page
  • Foto do escritorMarcelo Dada

A aposta da Apple em dispositivos dobráveis

Após cinco anos de pesquisa, a gigante de Cupertino prepara lançamento de iPhones dobráveis, aponta análise do The Information.

dispositivos dobráveis

Na linha de frente do avanço tecnológico, a Apple parece estar adentrando novos domínios com o desenvolvimento de protótipos para iPhones dobráveis, fruto de mais de cinco anos de pesquisa e desenvolvimento intensivos. De acordo com informações divulgadas pelo The Information, a empresa de Cupertino está avaliando a viabilidade de pelo menos dois modelos que prometem transformar o design convencional do iPhone, dobrando-se como um livro. Este passo ousado, que não deve se materializar antes de 2026, indica uma possível alteração brusca e notável na maneira como interagimos com nossos dispositivos móveis, embora ainda esteja cercado por incertezas técnicas e dúvidas sobre a verdadeira necessidade e funcionalidade de tais aparelhos.


À medida que a Maçã enfrenta desafios relacionados à durabilidade da tela, que deve suportar ser dobrada milhares de vezes, à integridade estrutural da dobradiça, e à capacidade do dispositivo de resistir a desgastes comuns, tais como arranhões e impactos, mantendo sua funcionalidade intacta, ela também busca justificar o elevado preço desses dispositivos. Diante disso, questiona-se: os consumidores estão verdadeiramente prontos ou ansiosos por essa evolução, ou nos encontramos perante uma situação em que a tecnologia supera a sua utilidade no dia a dia? Neste artigo, propomo-nos a examinar as implicações dessa tendência emergente, mantendo um equilíbrio entre um ceticismo reflexivo e o reconhecimento dos potenciais benefícios que os dispositivos dobráveis podem oferecer ao cenário tecnológico.

dispositivos dobráveis
Imagem: Reprodução/MacRumors

De acordo com o que fora reportado, os dispositivos encontram-se nas fases iniciais de desenvolvimento e estão excluídos dos planos de produção em larga escala da empresa para os anos de 2024 e 2025, estabelecendo 2026 como a primeira janela viável para seu lançamento. Entretanto, a empresa já iniciou contatos com ao menos um fornecedor na Ásia para obter componentes essenciais para dois modelos distintos de iPhones dobráveis. O relatório do The Information complementa mencionando que existe a possibilidade de os projetos dos iPhones dobráveis serem descontinuados caso não alcancem os elevados critérios de qualidade estabelecidos pela Maçã.


O interesse da Apple em desenvolver um iPhone dobrável mostrou variações ao longo do tempo. De acordo com os relatos, já em 2018, Tim Cook, CEO da empresa, fez suas primeiras consultas à equipe de design e engenharia sobre a possibilidade de criar um iPhone que pudesse ser dobrado. Posteriormente, naquele mesmo ano, Cook teria expressado uma reação favorável após assistir a uma demonstração de um protótipo de iPhone dobrável, equipado com uma tela de 7 polegadas.

dispositivos dobráveis
Imagem: Ran Avni/Pranav Nathe/Conceptsiphone

A concepção original da Apple para o iPhone dobrável previa que a tela ficasse exposta na parte externa quando o aparelho estivesse fechado. No entanto, a equipe de engenharia teria enfrentado desafios consideráveis ao tentar garantir a durabilidade desse design. Paralelamente, o grupo responsável pelo design industrial tinha o objetivo de que a espessura do dispositivo, quando fechado, não ultrapassasse a dos modelos atuais de iPhone. Essa intenção, contudo, revelou-se impraticável devido às restrições impostas pela tecnologia de baterias e telas disponíveis.


Em 2020, a Maçã teria decidido pausar o desenvolvimento do iPhone dobrável, direcionando seu foco para o projeto de um iPad dobrável, cujo tamanho seria comparável ao do iPad mini e contaria com uma tela de 8 polegadas. A gigante da tecnologia chegou à conclusão de que este novo dispositivo poderia apresentar uma espessura superior à de um iPhone dobrável, considerando que os usuários não teriam a expectativa de carregá-lo no bolso, o que, por sua vez, relaxaria as exigências em termos de durabilidade em comparação com as de um iPhone. Além disso, introduzir um iPad dobrável ofereceria à Apple a oportunidade de avaliar a receptividade do mercado a essa nova categoria de produto em uma escala mais controlada.

dispositivos dobráveis
Conceito/Reprodução: Canoopsy

De acordo com informações e análises pinçadas em inúmeras fontes e fóruns de discussão sobre tecnologia, os engenheiros da gigante de Cupertino estão empenhados em solucionar o problema da marca de dobra que aparece no centro da tela após múltiplas dobras, além de desenvolver uma dobradiça que assegure uma superfície completamente lisa quando a tela estiver desdobrada, eliminando qualquer elevação ou depressão que possa comprometer a funcionalidade do Apple Pencil. Para alcançar esses objetivos, a empresa estaria colaborando com a LG e a Samsung na produção de displays avançados para o iPad dobrável.


À medida que a cortina se fecha sobre nossa análise dos esforços da Apple em trazer ao mundo iPhones e iPads dobráveis, não podemos deixar de ponderar, com um misto de ceticismo e entusiasmo, sobre o que o futuro reserva. Para os aficionados por tecnologia, a promessa de dispositivos dobráveis da Apple é como aguardar o lançamento de um novo filme de uma saga épica: você sabe que vai assistir, mas fica na dúvida se vai amar ou se preparar para uma sequência de memes na internet.

dispositivos dobráveis

A Maçã, com seu histórico de entrar em festas já iniciadas e ainda assim conseguir ser o centro das atenções, parece estar cozinhando algo no seu caldeirão de inovações. Outras empresas já nos serviram aperitivos dobráveis com recepções que variaram do entusiasmo cauteloso a expressões de desapontamento dignas de um Framboesa de Ouro. A questão que fica é: a Apple trará o prato principal que finalmente satisfará o paladar refinado dos entusiastas da tecnologia?


Enquanto aguardamos, talvez valha a pena começar a praticar dobrar outras coisas além de nossas expectativas – quem sabe, para entrar no espírito da coisa. Afinal, se a gigante de Cupertino está prestes a mudar o jogo novamente, queremos estar prontos para abrir, dobrar e desdobrar não apenas nossos futuros dispositivos, mas também nossas concepções sobre o que a tecnologia pode ser.



Fontes: Mac Rumors, The Information, The Elec e X.

18/2/2024 - 22h48

Comments


bottom of page