• Rafael de Angeli

Rumor: primeiro produto Mini-LED da Apple pode ser lançado somente em 2021

Produtos com telas Mini-LED devem crescer 300% em 2021 e 225% em 2022.


O primeiro produto da Maçã a integrar a tecnologia Mini-LED pode ter um cronograma de lançamento posterior ao esperado devido a contratempos causados ​​pela pandemia de coronavírus, de acordo com uma nova pesquisa do analista da TF Securities, Ming-Chi Kuo.


Em nota aos investidores nesta quinta-feira (7), Kuo disse que recentes checagens na cadeia de suprimentos indicam que os parceiros de fabricação da Apple, como os fornecedores Epistar e FitTech, estão se preparando para a produção em massa de chips de LED no terceiro trimestre de 2020, seguido por montagens no quarto trimestre, com a última fase de fabricação potencialmente se concluindo no primeiro trimestre de 2021.


Como divulgamos “rumoradamente” no começo de março, a gigante da tecnologia de Cupertino deveria lançar uma série de seis novos dispositivos com a tecnologia Mini display LED até o final de 2020.


Confira:

- Rumor: seis produtos com telas Mini-LED poderão ser lançados pela Apple em breve


Em março, Kuo atribuiu à Maçã rumores de um iPad Pro de 12,9 polegadas, iPad de 10,2 polegadas, iPad mini de 7,9 polegadas, iMac Pro de 27 polegadas, MacBook Pro atualizado de 16 polegadas e um novo MacBook Pro de 14,1 polegadas, ainda para este ano, cada um supostamente se beneficiando das telas Mini-LED. Na época, o analista disse que o desenvolvimento do Mini-LED "permaneceria inalterado" pelo COVID-19, uma previsão que parece ter sido excessivamente otimista.


Leia também:

- Rumor: iPad Pro com tela Mini-LED será lançado somente no início de 2021


Com exceção de um anúncio de queda no outono (no hemisfério norte), as estimativas de fabricação revisadas de Kuo deixam pouco espaço para os seis dispositivos chegarem às prateleiras das lojas ainda em 2020.


Apesar de uma pequena mudança nos planos Mini-LED da Apple, no entanto, não se prevê que as complicações do COVID-19 tenham um efeito acentuado na estratégia geral da empresa.


"Acreditamos que os investidores não precisam se preocupar muito com a extensão do cronograma do Mini-LED, porque é uma tecnologia essencial que a Apple promoverá nos próximos cinco anos", diz a nota de Kuo. "Mesmo que o cronograma de curto prazo seja afetado pelo novo coronavírus, ele não prejudicará a tendência positiva de longo prazo".

Com uma “tecnologia de iluminação de fundo de tela” (backlighting technology) relativamente nova, os Mini-LEDs oferecem melhores taxas de escurecimento, reprodução de cores e contraste locais do que os monitores com retroiluminação LED convencionais.


O analista prevê que os dispositivos Mini-LED da Apple experimentem um rápido crescimento, ano a ano, de 300% em 2021 e de 225% em 2022, sugerindo que projetos de produtos adicionais estão sendo planejados.



Fonte: AppleInsider

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.