• Rafael de Angeli

Kuo: nada de iPhone 13 sem porta ou com conexão USB-C; o Lightning permanecerá

A Apple manterá o conector Lightning no iPhone no "futuro previsível", sem nenhuma intenção de mudar para USB-C, de acordo com o analista Ming-Chi Kuo.

Imagem: Reprodução/GadgetMatch

Apesar de grande parte da indústria migrar para o USB-C, a Apple não o usará para substituir o conector Lightning no iPhone 13 (ou 12S), ou mesmo em qualquer modelo de ‌iPhone‌ por enquanto. De acordo com o site MacRumors, Kuo explicou que a Maçã está relutante em mudar para o USB-C, já que é um padrão aberto e gratuito, além de ser menos resistente à água do que o Lightning.


"Acreditamos que o USB-C é prejudicial para a lucratividade do negócio de MFi e sua especificação à prova d'água é inferior ao Lightning e ao MagSafe".

Atualmente, a Apple pode regular estritamente a qualidade dos cabos e acessórios Lightning por meio de seu Programa Made For ‌iPhone‌ (MFi). A “marca de qualidade” MFi também gera uma receita significativa para a empresa, já que os fabricantes terceirizados têm que pagar à gigante de Cupertino uma comissão considerável para fazer cabos ou acessórios Lightning MFi.


A Apple usa o conector Lightning em seus smartphones desde o ‌iPhone‌ 5, de 2012, mas fez a transição de vários de seus dispositivos para USB-C, incluindo o iPad Pro, MacBook Pro, MacBook Air e, mais recentemente, o iPad Air. Com a falta de necessidade de se conectar a unidades externas e alguns recursos do USB-C, como conectividade de tela externa completamente impossível em um ‌iPhone‌, a empresa está compreensivelmente menos motivada a mudar para o USB-C seu produto mais lucrativo MFi.


A transição do ‌iPhone‌ para USB-C este ano também deixaria um número significativo de dispositivos, como o iPad básico, iPad mini, AirPods e uma infinidade de acessórios, como o Magic Trackpad, o Magic Mouse, o Magic Keyboard e o carregador ‌MagSafe‌ Duo, presos a um conector que não seria mais amplamente utilizado em nenhum dos produtos principais. Mudar o ‌iPhone‌ para USB-C pode prejudicar o Lightning em toda a linha de produtos da Apple, potencialmente forçando a empresa a eliminar o conector inteiramente em um grande número de produtos mais cedo do que deseja.


Em meio a rumores de um iPhone sem porta, Kuo esclareceu que é mais provável que a Apple mude diretamente para um modelo sem porta em vez de mudar para USB-C:


"Se o ‌iPhone‌ abandonar o Lightning no futuro, ele poderá adotar diretamente o design sem porta com suporte ‌MagSafe‌ em vez de usar uma porta USB-C".

Apesar disso, Kuo afirmou que a tecnologia de carregamento sem fio ‌MagSafe‌ ainda não está pronta para substituir uma porta com fio, tendo sido lançado recentemente, em outubro de 2020, na linha iPhone 12. O ‌MagSafe‌ atualmente não é capaz de transferir dados, concluir a recuperação de um dispositivo ou fazer diagnósticos, o que aparentemente seriam recursos essenciais em um futuro ‌smartphone sem portas.


"No momento, o ecossistema ‌MagSafe‌ não está maduro o suficiente, então o ‌iPhone‌ continuará a usar a porta Lightning em um futuro previsível".

No geral, isso significa que a Apple pretende ficar com o conector Lightning para o próximo iPhone 13, no mínimo, mas poderia se estender a modelos além dele também.


A recente onda de notícias de Kuo sobre o futuro do ‌iPhone‌ incluiu a especulação de que, em 2022, pelo menos alguns modelos abandonarão o notch e mudarão para um "design de tela perfurante", e de que, em 2023, a Apple pode revelar um iPhone dobrável com tela entre 7,5 e 8 polegadas.



Fonte: MacRumors

05/03/2021 - 0h43