• Rafael de Angeli

'iPhone 14 Pro' de 2022 poderá ter corpo de titânio

 "iPhones 14 Pro" e "14 Pro Max" de 2022 devem apresentar um novo design de chassi em liga de titânio, afirmam analistas do JP Morgan Chase.

Conceito: EverythingApplePro

De acordo com o rumor, o uso de liga de titânio será uma das maiores mudanças no design no corpo dos iPhones‌ de 2022, e a Foxconn será a fabricante exclusiva das armações de titânio para os modelos de ponta.


Se o rumor for preciso, o uso de titânio em um ‌iPhone‌ será inédito na história da Apple. A empresa atualmente usa o material para dois modelos Edition do Apple Watch Series 6 e no Apple Card físico, que também é feito de titânio. Os iPhones mais recentes são feitos de alumínio (12 mini e 12) e aço inoxidável (12 Pro e 12 Pro Max).


Comparado ao aço inoxidável, o titânio tem uma dureza relativamente alta que o torna mais resistente a arranhões, e sua rigidez o torna durável o suficiente para resistir a flexões. É tão forte quanto o aço, mas 45% mais leve e duas vezes mais forte que o alumínio, sendo apenas 60% mais pesado. Também é mais resistente à corrosão em comparação com muitas outras ligas.


O material tem algumas desvantagens. O óleo das impressões digitais pode ser facilmente visto em superfícies e ligas de titânio, deixando marcas pouco atraentes em dispositivos de consumo. A dureza do titânio também torna difícil a corrosão, o que pode torná-lo menos atraente.


No entanto, a Apple tem pesquisado como pode superar esses dois problemas. Pedidos de patentes recentes revelam que a gigante de Cupertino está estudando o uso de revestimentos de óxido fino para superfícies de metal, que podem reduzir significativamente o aparecimento de impressões digitais em dispositivos. A empresa também descreveu um processo de jateamento, ataque e processo químico que pode dar à proteção de titânio um acabamento de superfície de alto brilho para uma aparência mais atraente.


Os analistas do JP Morgan Chase também corroboram rumores de que o ‌iPhone‌ do próximo ano apresentará melhores mudanças nas especificações do que o próximo "iPhone 13", que deve ser lançado em cerca de pouco mais de um mês, sugerindo que a Apple está marcando 2022 como um "superciclo" do seu smartphone‌, ou um ano em que dramaticamente mais pessoas do que o normal atualizam os modelos mais recentes.


A informação corrobora outros rumores de que a Apple não planeja lançar um ‌iPhone‌ 14 mini de 5,4 polegadas, com a linha mini terminando após o ‌iPhone 13‌. De acordo com o analista Ming-Chi Kuo, a Maçã oferecerá dois iPhones de 6,1 polegadas e dois iPhones de 6,7 polegadas. Tanto o ‌iPhone‌ 14 padrão quanto o ‌iPhone‌ 14 Pro estarão disponíveis nessas duas opções de tamanho.


A notícia também menciona o rumor de mercado de que o Touch ID poderia retornar ao iPhone de alguma forma, se não neste ano, em 2022, implementado no botão lateral ou na forma de um sensor de impressão digital na tela.


Outros rumores sugerem que pelo menos alguns iPhones de 2022 não terão mais um notch, com a Apple adotando um design perfurante que anteriormente era usado em alguns dispositivos Android.


A Maçã poderia nos impressionar e já lançar o chassi de titânio agora em setembro, no "iPhone 13", mas como hoje em dia os rumores e vazamentos são bem certeiros, já sabemos que as principais novidades devem ficar mesmo para o ano que vem... Ou não?!

Fontes: JP Morgan Chase e MacRumors

02/08/2021 - 1h03