• Pedro Celli

Clientes fazem petição digital contra Samsung

A Samsung virou alvo de uma petição online feita por clientes insatisfeitos com o processador Exynos em seus celulares


Mais uma vez a Samsung metida no meio de polêmicas. Todos devem lembrar das baterias que explodiam, do fiasco do lançamento do Samsung Folder e do Z Flip, que um usuário abriu e já quebrou a tela. A polêmica da vez é sobre os processadores Exynos, que são produzidos e fabricados pela própria Samsung.


Notícia relacionada:

- Dobráveis da Samsung e da Motorola não atendem às expectativas dos usuários


A iniciativa desta petição surgiu de um usuário do Reino Unido que pediu para que a Samsung use os processadores da linha Snapdragon, fornecida pela Qualcomm, como faz nos Estados Unidos. Só para você entender, a Samsung optou por usar seus processadores Exynos na Europa, na Ásia e no Brasil. No caso do último lançamento da empresa, o Galaxy S20 possui processador Snapdragon 865 nos EUA e, no resto do mundo, o Exynos 990.


De acordo com os criadores da petição, sobre o novo modelo Galaxy S20:


Os processadores Exynos possuem várias limitações em relação ao Snapdragon, apesar de ambos serem componentes de ponta. Testes de benchmark comprovariam velocidade menor, bateria com duração inferior, sensores e processamento de câmera piores, além de superaquecimento e mais travamentos.

De acordo com a tabela abaixo, que compara simplesmente a velocidade dos processadores, podemos ver que o Exynos é 8,4% mais rápido no single core (usando somente um processador), mas quando conta o poder de processamento máximo, o Qualcomm é 12% mais rápido.

Na parte gráfica, um teste feito com o 3D Mark a 120 Hz, o Snapdragon leva uma vantagem de 23% em cima do chip caseiro da Samsung. Para quem quiser ver todos os testes comparativos, clique aqui.


Outra reivindicação da petição é que usem o mesmo sensor da Sony que equipa os aparelhos vendidos nos EUA, e não a câmera da Samsung, que deve dar uma bela diferença de qualidade.


O portal Android Authority, na sua matéria, informa que o Snapdragon 865 possui Cortex A77, que entrega até 20% de aumento no desempenho em relação ao Cortex A76 usado no Exynos 990. Na parte de GPU, há também diferença: a Adreno 650 do Snapdragon supera a GPU Mali G77 usada na linha Exynos.


Em resumo, ambos os processadores não são páreos para o A13 Bionic da Apple. Neste campo, a Apple está muito à frente dos seus concorrentes. Para se ter uma ideia, o Snapdragon 865 de 2020 perde em single core e multicore para o A13 Bionic de 2019, isto sem falarmos do próximo “A14” que equipará os futuros "iPhones 12".


Para finalizar este off topic, até o momento, mais de 25 mil usuários assinaram a petição online.

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.