• Rafael de Angeli

Apple teria contratado líder de Realidade Aumentada da Meta antes de lançar seu Headset em 2022

Conforme relatado por Mark Gurman, da Bloomberg, em sua Power On Newsletter, a Apple contratou Andrea Schubert, chefe de comunicações e relações públicas da Meta, para seus esforços de realidade aumentada.


À medida que os rumores sobre o Headset AR/VR da Apple só aumentam, a empresa teria contratado o líder de comunicações de realidade aumentada da Meta.


"Antes desse lançamento, a Apple está começando a 'alinhar os patos' [se organizar com antecedência]. Disseram que a empresa contratou Andrea Schubert, chefe de comunicações e relações públicas da Meta Platforms Inc. para seus esforços de realidade aumentada".

Até agora, a Bloomberg relatou que o Headset AR/VR (realidade aumentada e realidade virtual) da Apple poderá mostrar texto, e-mails, mapas, jogos e outras coisas por meio de telas holográficas embutidas nas lentes. No ano passado, o próprio Gurman revelou que a empresa tem duas estratégias para seus dispositivos de realidade aumentada, uma sendo um Headset AR/VR e a outra um óculos AR/VR mais robusto, o futuro "Apple Glass". A linha de produtos de headsets da Maçã pode substituir o iPhone em 10 anos, de acordo com o analista Ming-Chi Kuo, com a futura chegada do "Apple Glass".


Os mais recentes rumores sugerem que o dispositivo será direcionado a usuários avançados, uma vez que terá dois monitores de 8K para mostrar imagens de altíssima resolução. Ming-Chi Kuo acredita que o Headset será equipado com sensores 3D avançados, capazes não apenas de detectar objetos em uma cena, mas também de identificar gestos feitos pelas mãos do usuário.


Embora ele tenha argumentado inicialmente que se esperava que os "óculos da Apple" dependessem fortemente do iPhone, o analista agora diz que o dispositivo terá um chip avançado para operar sem um telefone por perto. Outro rumor de Kuo afirma que o Headset pesará cerca de 350 gramas.


Embora várias fontes acreditassem que o Headset AR/VR da Apple seria lançado em 2020, parece que a empresa pode ter planos de anunciar o novo produto em 2022.


No momento, o cenário mais provável é que o Headset da Maçã chegue às lojas no final de 2022. Mas tudo pode mudar até que a Apple anuncie oficialmente o novo produto, mas com o líder de comunicações de realidade aumentada da Meta sendo contratado pela gigante de Cupertino mostra que a empresa está realmente avançando para esta direção.



Fontes: Bloomberg e 9to5Mac

27/12/2021 - 0h36