top of page
  • Foto do escritorEduardo Galiani

Apple se prepara para dividir App Store na União Europeia em resposta às novas regulações antitruste

De acordo com o analista e leaker Mark Gurman, a Apple estaria se preparando para dividir a App Store nas próximas semanas, antecipando-se às exigências da União Europeia.

App Store
Imagem: Reprodução/Supercharged

Na última edição de sua "Power On Newsletter", o jornalista e leaker Mark Gurman, da Bloomberg, explicou que a Apple está se preparando para fazer alterações na App Store na União Europeia para cumprir com a Lei de Mercados Digitais (DMA) da região. De acordo com o analista, a empresa estaria se articulando para dividir a App Store em duas para permitir a instalação de aplicativos de terceiros, conforme às exigências da DMA.

 

Aparentemente, a Apple planeja implementar ajustes para atender aos novos requisitos legais nas próximas semanas, incluindo a separação da App Store na União Europeia do restante do mundo. O prazo para a Apple cumprir a DMA é até 7 de março, então a empresa tem pouco mais de sete semanas para efetuar as mudanças.

App Store
Imagem: Reprodução/ConsentManager

Na semana passada, o CEO da Apple, Tim Cook, encontrou-se com a chefe de antitruste da União Europeia, Margrethe Vestager, no Apple Park. Vestager lembrou Cook sobre a obrigação iminente da Apple em permitir que os usuários instalem lojas de aplicativos de terceiros e carreguem aplicativos por meio da DMA. A Apple também será obrigada a dar aos desenvolvedores a capacidade de promover suas ofertas fora da App Store e utilizar sistemas de pagamento de terceiros.


Enquanto acompanham o desenrolar dessa história, mais países pretendem aprovar a legislação antitruste contra a Apple. Um relatório recente revelou que o Japão também está preparando sua própria legislação antitruste. Semelhante à União Europeia, o Japão também deseja que a Apple permita que desenvolvedores implementem métodos de pagamento alternativos em seus aplicativos.

 

Ao mesmo tempo, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) também parece pronto para forçar a Apple a permitir o sideloading no iPhone e iPad. Dada a situação atual, parece bastante provável que a Apple eventualmente torne o sideloading disponível globalmente, em vez de lidar com a situação individualmente para cada país que aprova nova legislação antitruste.

App Store
Imagem: Reprodução/9to5mac

A DMA deverá forçar a Apple a fazer uma série de mudanças significativas na forma que suas funcionalidades, como a própria App Store, o FaceTime e a Siri devem funcionar nos países pertencentes à União Europeia.



Fontes: MacRumors, 9to5Mac, ConsentManager e Supercharged

20/1/2024 - 18h34

Comments


bottom of page