• Rafael de Angeli

Apple divulga resultados do 3º trimestre: lucro de US$ 19,4 bilhões e receita de US$ 83 bilhões

A Apple anunciou hoje os resultados financeiros de seu terceiro trimestre fiscal de 2022, que corresponde ao segundo trimestre do ano.


No trimestre, a Apple registrou receita de US$ 83 bilhões e lucro líquido de US$ 19,4 bilhões, ou US$ 1,20 por ação diluída, em comparação com a receita de US$ 81,4 bilhões e lucro líquido trimestral de US$ 21,7 bilhões, ou US$ 1,30 por ação diluída, no mesmo trimestre do ano anterior.


A empresa também declarou um pagamento trimestral de dividendos de US$ 0,23 por ação, pagável em 11 de agosto aos acionistas registrados em 8 de agosto, ao término dos negócios.



A receita de iPhones e Serviços atingiu recordes no trimestre de junho:

  • iPhones (+3%): US$ 40,67 bilhões, acima dos US$ 39,57 bilhões no mesmo trimestre do ano passado

  • iPads (-1,9%): US$ 7,22 bilhões, abaixo dos US$ 7,37 bilhões do mesmo trimestre de 2021

  • Macs (-10,4%): US$ 7,38 bilhões, abaixo dos US$ 8,24 bilhões do mesmo trimestre do ano passado

  • Vestíveis, Casa e Acessórios (-7,8%): US$ 8,08 bilhões, abaixo dos US$ 8,78 bilhões do mesmo trimestre de 2021

  • Serviços (+12%): US$ 19,60 bilhões, acima dos US$ 17,49 bilhões do mesmo trimestre do ano passado


Tim Cook, CEO da Apple:

"Os resultados recordes deste trimestre refletem os esforços constantes da Apple para inovar, avançar em novas possibilidades e enriquecer a vida de nossos clientes. Como sempre, estamos liderando com nossos valores e expressando-os em tudo que construímos, desde novos recursos projetados para proteger a privacidade e a segurança do usuário, a ferramentas que melhorarão a acessibilidade, parte de nosso compromisso de longa data de criar produtos para todos".

Como tem ocorrido há mais de dois anos, a Maçã mais uma vez não emitiu orientações para o trimestre atual que termina em setembro para os acionistas.


Cook disse também que a Apple continuará a contratar funcionários, mas de uma maneira muito "deliberada", após relatos de que a empresa planeja desacelerar seu ritmo de contratação em meio a temores de uma recessão econômica.


"Estamos tomando decisões deliberadas sobre onde investir nosso dinheiro, mas continuamos contratando e estamos fazendo isso de uma maneira muito deliberada", disse o CEO em entrevista ao The Wall Street Journal.

A Bloomberg informou que a Apple planejava desacelerar seu ritmo de crescimento de contratações e gastos, concentrando-se apenas em posições-chave.


Os comentários de Cook vieram logo depois que a empresa divulgou ganhos gerais positivos para o terceiro trimestre deste ano, que ficaram um pouco acima das expectativas dos analistas.



As ações da Apple fecharam em alta de 0,36%, no valor de US$ 157,35. Nas negociações pós-fechamento da NASDAQ, elas estão disparando 2,68%, cotadas a US$ 161,56 no momento do fechamento desta notícia.


O valor de mercado da Apple hoje é de US$ 2,547 trilhões.



Fontes: Apple, The Wall Street Journal, Bloomberg e MacRumors

28/7/2022 - 18h47