top of page
  • Foto do escritorRafael de Angeli

Apple divulga lucro de US$ 30 bilhões e receita de US$ 117,2 bilhões no 1º trimestre fiscal de 2023

Empresa relata perda de ganhos no primeiro trimestre de 2023 em meio a vendas mais fracas do iPhone por causa de escassez de suprimentos.


A Apple anunciou os resultados financeiros do primeiro trimestre fiscal de 2023, que corresponde ao quarto trimestre de 2022.


No trimestre, a Apple registrou receita de US$ 117,2 bilhões e lucro líquido trimestral de US$ 30 bilhões, ou US$ 1,88 por ação diluída, em comparação com receita de US$ 123,9 bilhões e lucro líquido trimestral de US$ 34,6 bilhões, ou US$ 2,10 por ação diluída, no trimestre do ano anterior.



A receita da Apple caiu aproximadamente 5% ano a ano, um declínio mais acentuado do que o esperado pelos analistas, já que a empresa lutou com problemas de fornecimentos de iPhones na China, mas que também viu quedas nas vendas de Mac e em vestíveis.


A margem bruta do trimestre foi de 43%, em comparação com 43,8% no mesmo trimestre do ano anterior. A Apple também declarou um pagamento trimestral de dividendos de US$ 0,23 por ação, a ser pago em 16 de fevereiro aos acionistas registrados em 13 de fevereiro.


Tim Cook, CEO da Apple:


"Como todos nós continuamos a navegar em um ambiente desafiador, estamos orgulhosos de ter nossa melhor linha de produtos e serviços de todos os tempos e, como sempre, continuamos focados no longo prazo e lideramos com nossos valores em tudo o que fazemos. Durante o trimestre de dezembro, alcançamos um marco importante e estamos entusiasmados em informar que agora temos mais de 2 bilhões de dispositivos ativos como parte de nossa crescente base instalada".

Luca Maestri, CFO (diretor financeiro) da Apple:


"Estabelecemos um recorde histórico de receita de US$ 20,8 bilhões em nosso negócio de Serviços e, apesar de um ambiente macroeconômico difícil e restrições significativas de fornecimento, aumentamos a receita total da empresa em uma base de moeda constante. Geramos US$ 34 bilhões em fluxo de caixa operacional e devolvemos mais de US$ 25 bilhões aos acionistas durante o trimestre, continuando a investir em nossos planos de crescimento de longo prazo".

Números por segmentos:

  • iPhone (-8,1%): US$ 65,78 bilhões (vs. US$ 71,63 bi em 2022)

  • Mac (-28,6%): US$ 7,74 bilhões (vs. US$ 10,85 bi em 2022)

  • iPad (+29,7%): US$ 9,40 bilhões (vs. US$ 7,25 bi em 2022)

  • Vestíveis, Casa e Acessórios (-8,3%): US$ 13,48 bilhões (vs. US$ 14,70 bi em 2022)

  • Serviços (+6,6%): US$ 20,78 bilhões (vs. US$ 19,5 bi em 2022)



Como tem acontecido há mais de dois anos, a Apple mais uma vez não emite orientações aos acionistas para o trimestre atual que termina em março.


Você pode acessar os ganhos da Apple em um PDF de Demonstrações Financeiras Consolidadas divulgado pela empresa.



As ações AAPL da Apple fecharam com alta de 3,71% nesta quinta-feira (3), no valor de US$ 150,82 cada uma. A gigante de Cupertino vale hoje US$ 2,388 trilhões de dólares e continua sendo a empresa mais valiosa do mundo.



Fontes: Apple, 9to5Mac e MacRumors

3/2/2023 - 14h48

Comments


bottom of page