• Rafael de Angeli

Apple anuncia o AirTag, seu dispositivo de rastreamento, que custará R$ 369 no Brasil

Há também um pacote com quatro unidades de AirTag que será comercializado por R$ 1.249. Nos Estados Unidos, custará US$ 29 cada ou quatro unidades por US$ 99.


A Apple anunciou hoje o tão rumorado e aguardado AirTag, um dispositivo de rastreamento Bluetooth, tipo Tile, projetado para ser conectado a itens como chaves e carteiras para fins de rastreamento, permitindo que sejam encontrados diretamente no app Buscar. Cabe também explicar que a Apple Brasil chama o iDevice de "o" dispositivo, no artigo masculino, e que seu nome é escrito no singular, sem a letra "S": o AirTag. O restante, os rumores acertaram bastante.


O AirTag é um acessório para prender em mochilas, malas e outros itens. Qualquer dispositivo com o chip U1, presentes nos iPhones 12, 11 ou Apple Watch Series 6, por exemplo, pode ser usado para localização precisa para guiá-lo até o item que estiver procurando. Combinando feedback visual, tátil e de áudio, o ‌AirTag‌ visa a simplificar o controle de suas coisas.


O acessório requer um iPhone SE, iPhone 6s ou posterior, iPod touch (7ª geração) com iOS 14.5 ou posterior, iPad Pro, iPad (5ª geração ou posterior), iPad Air 2 ou posterior, ou iPad mini 4 ou posterior com iPadOS 14.5 ou posterior.


Kaiann Drance, Apple's vice president of Worldwide ‌iPhone‌ Product Marketing:

"Estamos entusiasmados em trazer esta incrível nova capacidade para os usuários do iPhone com a introdução do AirTag, aproveitando a vasta rede Buscar‌, para ajudá-los a acompanhar e encontrar os itens importantes em suas vidas. Com seu design, experiência de localização incomparável e recursos integrados de privacidade e segurança, o AirTag oferecerá aos clientes outra maneira de alavancar o poder do ecossistema da Apple e aumentar a versatilidade do ‌iPhone‌".


Cada AirTag é feito de aço inoxidável e tem certificado IP67, resistente à água e poeira. Os dispositivos pequenos e leves possuem um alto-falante embutido que reproduz sons para ajudar a localizá-los e sua tampa é removível para que os usuários possam substituir a bateria com facilidade.



O rastreador da Maçã usa um método de configuração semelhante aos AirPods, bastando trazê-lo perto do ‌iPhone‌ para se conectar. O usuário pode atribuir um AirTag a um item e nomeá-lo usando padrões como "chaves", "jaqueta" ou usar um nome personalizado. A empresa diz que os dados de localização do AirTag são mantidos privados e anônimos com criptografia de ponta a ponta.


O ‌AirTag‌ pode ser colocado sozinho em uma bolsa, em qualquer outro local ou ser anexado a uma variedade de acessórios projetados pela Apple (ou futuramente por terceiros), como um "chaveiro".



Assim que um AirTag for configurado, ele aparecerá na nova guia Itens no aplicativo Buscar‌, onde é possível visualizar a localização atual ou a última localização conhecida do item em um mapa. Se algo for perdido e estiver dentro do alcance do Bluetooth, será possível usar o aplicativo Buscar para reproduzir um som no AirTag para ajudar a localizá-lo. É possível também pedir à Siri para encontrar um item e o AirTag tocará um som se estiver próximo.



Cada AirTag é equipado com o chip U1 projetado pela Apple usando a tecnologia Ultra Wideband, permitindo o que a gigante de Cupertino chama de "Precision Finding" para usuários do iPhone 11, ‌iPhone 12 e Apple Watch Series 6‌. Essa tecnologia pode determinar com mais precisão a distância e a direção de um AirTag perdido quando ele está dentro do alcance. Conforme você se move, o Precision Finding funde a entrada da câmera, ARKit, acelerômetro e giroscópio e pode guiá-lo até um AirTag usando uma combinação de som, sensação tátil e feedback visual.



Se um AirTag estiver separado de seu proprietário e fora do alcance do Bluetooth, a rede ‌Buscar‌ pode ajudar a rastreá-lo. O usuário pode colocá-lo no Modo Perdido e ser notificado quando estiver dentro do alcance ou for localizado pela rede ‌Buscar‌. Se um AirTag perdido for encontrado por alguém, a pessoa pode tocá-lo usando seu ‌iPhone‌ ou qualquer dispositivo compatível com NFC e ser levada a um site que exibirá um número de telefone de contato para o proprietário, se ele tiver fornecido um.



Os rastreadores podem ser personalizados com gravuras, incluindo emojis.



O ‌AirTag‌ custa US$ 29 cada ou US$ 99 em um pacote com quatro unidades nos Estados Unidos. No Brasil, custará R$ 369,00 cada e R$ 1.249 no combo com quatro. Nos EUA, os pedidos online começam nesta sexta-feira, 23 de abril, com o ‌AirTag‌ sendo enviado em 30 de abril.



20/04/2021 - 15h46