• Fernando Cunha JR

Vazam testes de benchmark para o Developer Transition Kit baseado em chip ARM da Apple

Vazaram os primeiros testes de benchmark para o Developer Transition Kit baseado em ARM para os futuros Macs com processador Apple Silicon.


Desenvolvedores começaram a receber o hardware do Developer Transition Kit, que a Apple está distribuindo para ajudá-los a prepararem seus aplicativos para a próxima linha de Macs Silicon, que substituirão CPUs Intel por CPUs ARM, projetadas pela empresa.


Apesar das cláusulas de confidencialidade no contrato do desenvolvedor, os benchmarks para o Developer Transition Kit já surgiram no Geekbench. Mas devemos nos atentar que esses testes estão sendo executados em modo de virtualização, usando a tecnologia Rosetta, pois o Geekbench ainda não foi otimizado para uso no Apple Silicon.



As máquinas, a princípio, atingiram cerca de 800 pontos no teste de núcleo único Geekbench v5 e cerca de 2600 pontos no teste de múltiplos núcleos.


Apenas como comparação, o MacBook Air básico de 2020 atinge uma pontuação Geekbench de 1005 em single core e aproximadamente 2000 em multi-core.


Isso significa que o hardware de teste ARM da Apple está rodando de forma não nativa via Rosetta, quase o mesmo que um MacBook Air modelo 2020. A execução do Rosetta prejudica o desempenho, embora não existam informações suficientes sobre as características de desempenho do Rosetta 2 para a tradução ARM e, então, saber exatamente o quanto essa medição está prejudicada. É estimado, pelos desenvolvedores, que o prejuízo de desempenho gire em torno de 25 a 40%.


Saiba mais:

- Macs usarão o Apple Silicon, chip próprio, em uma poderosa transição que deixará a Intel para trás

- Desenvolvedores: Rosetta 2 não suportará apps de virtualização x86 executando Windows


Também devemos levar em consideração que o Developer Transition Kit se destina exclusivamente aos desenvolvedores para portarem seus aplicativos. O hardware que a Apple enviará aos clientes, assim esperamos, apresentará níveis de desempenho muito mais elevados. O kit é alimentado por um chip A12Z praticamente inalterado, que a Apple projetou para o iPad Pro modelo 2018/2020.


Os laptops e desktops ARM da Apple terão níveis de eficiência muito maiores (tanto térmicos quanto de bateria), o que permitirá o chip otimizado atingir níveis mais elevados de desempenho.


É esperado que a empresa da maçã lance seu primeiro Mac com Apple Silicon até o final do ano e alguns leakers, como o analista Ming-Chi Kuo, acreditam que o primeiro Apple Silicon será um substituto para o MacBook Pro de 13,3 polegadas.


Leia também:

- Rumor: MacBook Pro de 13” e Air com Apple Silicon serão lançados em 2020 e Pro de 14,1 e 16” em 2021

- Detalhes da transição do Mac para o chip Apple Silicon anunciada na WWDC 2020



Fonte: 9TO5Mac

13/08/2020 - 18h19

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.