• Rafael de Angeli

Tile, insatisfeita com o lançamento do AirTag, leva Apple ao Congresso americano

Mesmo com a plataforma da Rede Buscar aberta a terceiros, a Tile teme perder campo para a Apple. E é exatamente o que veremos acontecer nos próximos anos.

Imagem: Divulgação/Tile

Poucas horas depois que a Apple revelou seu tão aguardado AirTag, o CEO da Tile, CJ Prober, divulgou um comunicado expressando suas "preocupações" sobre a concorrência na área de rastreamento de itens.


De acordo com o site TechCrunch, Prober disse que embora a Tile acolha a "competição justa", a empresa é "cética" sobre os objetivos da Apple, dada sua "história de uso de vantagens de plataforma para limitar injustamente a competição".


A Tile planeja pedir ao congresso para dar uma olhada nas práticas de negócios específicas da Apple para a Rede Buscar e a concorrência com outras opções de rastreamento de itens.


Confira a declaração completa da Tile:


"Nossa missão é resolver o problema diário de encontrar coisas perdidas e extreviadas e estamos lisonjeados em ver a Apple, uma das empresas mais valiosas do mundo, entrar e validar a categoria pioneira da Tile. O motivo pelo qual tantas pessoas recorrem à Tile para localizar seus itens perdidos ou extraviados é o valor diferenciado que oferecemos aos nossos consumidores. Além de fornecer um conjunto de recursos líderes do setor por meio de nosso aplicativo que funciona com dispositivos iOS e Android, nosso serviço é perfeitamente integrado com todos os principais assistentes de voz, incluindo Alexa e Google. E com formatos para cada tipo de uso e muitos estilos diferentes a preços acessíveis, há um Tile para todos. A Tile também fez parceria com sucesso com marcas importantes como HP, Intel, Skullcandy e Fitbit para permitir nossa descoberta de tecnologia em categorias de consumo de mercado de massa, como laptops, fones de ouvido e vestíveis. Com mais de 30 parceiros, esperamos estender os benefícios da Tile a milhões de clientes e possibilitar uma experiência que os ajudem a controlar todos os seus pertences importantes. Aceitamos a competição, desde que seja uma competição justa. Infelizmente, dado o histórico bem documentado da Apple de usar sua vantagem de plataforma para limitar injustamente a competição por seus produtos, somos céticos. E dada a nossa história anterior com a Apple, achamos que é inteiramente apropriado que o Congresso dê uma olhada mais de perto nas práticas de negócios da Apple específicas para sua entrada nesta categoria. Agradecemos a oportunidade de discutir mais essas questões no Congresso amanhã".

Para evitar reclamações como a que Tile fará ao Congresso, a Apple esperou para revelar o AirTag até lançar o programa de acessórios ‌da Rede Buscar, que é projetado para permitir que rastreadores de itens de terceiros se integrem ao aplicativo ‌Buscar‌ corretamente, ao lado do AirTag.


Os fabricantes de acessórios de terceiros podem incorporar o rastreamento Buscar‌ em seus dispositivos Bluetooth, com suporte para o chip U1 chegando em um futuro próximo. Se desejado, a Tile pode criar tags de rastreamento de itens projetadas para integração com o aplicativo ‌Buscar‌, mas a empresa já tem sua própria rede de localização de acessórios estabelecida.


Os acessórios da plataforma Buscar‌ só podem operar com o aplicativo da Apple e é improvável que a Tile desista de sua base de clientes para criar uma tag que funcione apenas com dispositivos da Maçã. A Tile acredita que apenas com o lançamento de um rastreador de itens, a gigante de Cupertino será capaz de dominar o mercado por causa de sua vantagem inicial, assim como fez com o Apple Watch, o iPad, o iPhone e, em breve, com o AirTag!


O ‌AirTag‌, da Apple, nos Estados Unidos, entra em pré-venda hoje, 23 de abril, com entregas a partir de 30 de abril. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil.



Fontes: TechCrunch e MacRumors

23/04/2021 - 1h27