• Rafael de Angeli

Rumores apontam para expansão internacional do Apple Card, incluindo o Brasil

Pouco mais de um ano após seu lançamento nos Estados Unidos, há uma série de evidências que sugerem que o Apple Card pode, em breve, ser lançado internacionalmente, inclusive no Brasil.


Uma fonte afirmou ao site MacRumors estar perto de uma corporação bancária australiana não identificada envolvida no apoio ao ‌‌Apple Card‌‌ na Austrália e que o cartão da Maçã será lançado em várias novas regiões no final deste ano. A dica especulou que o lançamento australiano pode coincidir com a liberação do iOS 14.1 ou iOS 14.2, mas alertou que pode não estar pronto até o lançamento do iOS 14.3, no início de 2021.


Além disso, a Apple abriu novas vagas de emprego (Apple Card Product Manager) que envolvem viagens e "trabalhar com parceiros externos, como redes de pagamento, emissores bancários e outros participantes". Nos Estados Unidos, o Goldman Sachs ainda é o único emissor bancário do ‌Apple Card‌. A descrição das vagas de trabalho pode sugerir que a Apple está negociando com outros emissores nos EUA ou, mais provavelmente, para oferecer suporte ao ‌Apple Card em outras regiões do mundo.


O MacRumors também descobriu referências ao GDPR (General Data Protection Regulation - Regulamento Geral de Proteção de Dados) para ‌o Apple Card‌ nos códigos do iOS 14 Beta 8. O GDPR é uma legislação da União Europeia sobre proteção de dados e privacidade. Como o ‌Apple Card‌ não está disponível fora dos Estados Unidos, é “curioso” que exista um código que pode se referir à legislação de privacidade europeia para o cartão‌.



O código, encontrado em uma lista de propriedades, também parece estar presente em algumas versões anteriores do iOS. Não há informações se ele se refere especificamente ao regulamento geral de proteção de dados ou é uma abreviatura de outra coisa.


Com um evento da Apple nesta terça-feira, a gigante de Cupertino pode estar se preparando para anunciar uma expansão internacional do ‌Apple Card‌ em breve. Como alternativa, a empresa poderia anunciar o lançamento internacional ao lado de novos iPhones em um evento em outubro.


Considerando a extensão na qual os mercados de crédito e a regulamentação variam ao redor do mundo, seria uma tarefa difícil para a Apple lançar o ‌Apple Card‌ em várias novas regiões simultaneamente. No entanto, após seu sucesso‌ nos EUA, faria sentido que a Maçã o expandisse para mercados internacionais. É possível que a Apple anuncie uma ampla expansão internacional na terça-feira, antes de completar gradualmente os lançamentos em um ritmo muito mais lento em outras regiões, à medida que ficam prontos.


Ao visitar a Alemanha no ano passado, o CEO da Apple, Tim Cook, confirmou seu interesse em lançar o ‌Apple Card‌ internacionalmente. No mês passado, a Samsung lançou o Samsung Pay Card no Reino Unido, em um esforço para estabelecer uma posição na região antes que a Apple o faça.


Enquanto isso, no Twitter, o leaker LeaksApplePro disse que o Brasil (e outros países) estão entre os escolhidos para a expansão do cartão de titânio da Maçã:


"A Apple está adicionando mais países aos seus planos do Apple Card, estes eram os que estavam no momento, agora Brasil, Singapura e alguns países da América do Sul também foram adicionados. Espere o anúncio já na próxima semana".

Estes rumores me deram esperanças de termos o Apple Card entre nós em breve! 🍎 💳


Leia também:

- Apple anuncia evento 'Time flies' on-line para 15 de setembro (e sem iPhone novo?)

- Tim Cook sugere que incentivos de financiamento do Apple Card possam existir para outros produtos



Fonte: MacRumors

14/09/2020 - 16h18

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.