• Rafael de Angeli

Rumor: Apple Glass e headset focado em game são as apostas para Realidade Aumentada da Apple

Bloomberg detalha a estratégia de dois dispositivos da Apple para realidade aumentada, começando com um headset focado em jogos em 2022.

Facebook Oculus Quest

Havia muita fumaça sobre as ambições de hardware de realidade aumentada da Apple, com relatos conflitantes sobre o trabalho da empresa em um headset de realidade aumentada para jogos e um óculos de realidade virtual mais sofisticado, possivelmente o tão falado “Apple Glass”. Mark Gurman, da Bloomberg, divulgou um resumo abrangente da estratégia dos dois dispositivos, que começará com um headset agendado para lançamento em 2022. Ele se parecerá com um Oculus Quest, um headset VR do Facebook, mas será muito mais tecnicamente avançado.


Saiba mais:

- Rumor: 'Apple Glass' custará US$ 499, terá suporte a lentes prescritas e muito mais


O relatório também detalha como o headset foi originalmente projetado para trabalhar em conjunto com um hub, o que permitiria maior desempenho e fidelidade gráfica. No entanto, Jony Ive 'rejeitou' a ideia de vender um dispositivo portátil que exigia um complemento fixo e a direção do produto acabou sendo alterada para ser um dispositivo menos poderoso, mas independente.


De acordo com o relatório, o headset visa a combinar o melhor de AR (realidade aumentada) e VR (realidade virtual) para oferecer experiências de VR e conteúdo líderes de mercado, enquanto os óculos finos e leves serão apenas de RA e se concentrarão na sobreposição de dados, como navegação em mapas, sobre o que o usuário está vendo no mundo real.

O Facebook Oculus Quest é o primeiro headset de realidade virtual da empresa que funciona sem cabos e permite movimento livre. Com lançamento em junho de 2019, seu preço é de US$ 399 nos USA com dois controles inclusos para interagir com o mundo virtual.

A Bloomberg relata que o codinome do headset é N421 e pode ser anunciado em 2021, enquanto a ambiciosa iniciativa 'Apple Glasses' (ou Apple Glass, de acordo com o leaker Jon Prosser) levará mais tempo para ser concluída, citando um prazo de lançamento para 2023.


O headset supostamente apresentará telas de alta resolução e um 'sistema de alto-falante cinematográfico', o que deve dificultar ao usuário perceber as diferenças entre a vida real e a realidade virtual que o eletrônico fornecerá.


O relatório afirma que a divisão de AR da Apple, liderada por Mike Rockwell (que fez poucas aparições públicas, contando com uma entrevista no The Talk Show Live 2018), planejava originalmente que o headset para jogos fosse usado em conjunto com um tipo de hub sem fio. Embora o usuário esteja livre para andar com o fone de ouvido, não poderá ir muito longe ou perderá o sinal. O modelo do hub teria permitido gráficos avançados e poder de computação, mas Jony Ive odiava a ideia de exigir um dispositivo secundário para que a coisa funcionasse. A Bloomberg diz que esse desentendimento durou meses, mas a Maçã finalmente seguiu em frente com o plano apenas para o headset.


A Bloomberg afirma que o controle por voz da Siri será o principal método de entrada para o headset e para os óculos, embora o headset também esteja sendo testado com um controlador de mão. O site MacRumors vazou, anteriormente, uma foto de um protótipo de controlador de teste sendo usado internamente.


Leia o relatório completo da Bloomberg.


Confira também:

- Rumor: Apple Glasses poderão ser lançados até 2022



Fonte: 9TO5Mac

20/06/2020 - 4h21

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.