top of page
  • Foto do escritorRafael de Angeli

iPhone 14 Pro deve apresentar tela sempre ativa, recurso presente no Android desde 2013

Os iPhones 14 Pro e 14 Pro‌ Max podem apresentar um modo de exibição sempre ativo para a tela de bloqueio, de acordo com Mark Gurman, da Bloomberg.

Imagem: Reprodução/MacRumors

Em seu mais recente boletim "Power On Newsletter", Gurman descreveu algumas das mudanças previstas para o iOS 16, iPadOS 16, watchOS 9, tvOS 16 e macOS 13 que a Apple deve apresentar em sua Conferência Mundial de Desenvolvedores (WWDC 2022) na próxima semana. Entre os novos recursos para o ‌iOS 16,‌ está uma tela de bloqueio aprimorada com "papéis de parede com recursos semelhantes a widgets". As melhorias da tela de bloqueio supostamente estabelecerão as bases para recursos futuros, incluindo um modo "sempre ligado". Gurman disse que o ‌iOS 16‌ inclui ativamente "suporte futuro" para uma tela de bloqueio sempre ativa.


Havia rumores de que os modelos do iPhone 13 Pro apresentariam uma tela sempre ativa no ano passado, mas o recurso foi aparentemente descartado antes dos dispositivos serem lançados em setembro de 2021. Gurman afirma que a Apple continuou trabalhando no recurso e um "modo sempre ativo" está agora em desenvolvimento para o ‌iPhone 14 Pro‌ e o ‌iPhone 14 Pro‌ Max, fornecendo "informações de visualização rápida, semelhantes aos Apple Watches mais recentes" (Series 5, 6 e 7).


Os ‌iPhones 13 Pro‌ e 13 Pro‌ Max foram os primeiros com telas ProMotion de 120Hz, habilitadas pela adoção da tecnologia de painel LTPO com taxas de atualização variáveis. As telas ProMotion atuais do iPhone estão limitadas a taxas de atualização de tela entre 10Hz e 120Hz. Por outro lado, os displays LPTO usados ​​por Oppo e Samsung podem cair para até 1Hz ao visualizar uma imagem estática ou quando o dispositivo está inativo.


Conceito: Apple TLD

O conceituado analista de telas (e leaker) Ross Young disse, recentemente, que está "esperando" que as telas ProMotion usadas nos ‌iPhones 14 Pro‌ e 14 Pro‌ Max sejam capazes de cair para a mesma taxa de 1Hz, removendo efetivamente a limitação de hardware que impede a Apple de oferecer um modo sempre ativo, fazendo com que uma porcentagem mínima de bateria seja usada pelo smartphone‌. No entanto, Gurman ressalvou que o recurso pode não chegar quando a linha iPhone 14 for anunciada em setembro. A nova funcionalidade, que já está presente em celulares Androids desde 2013, pode chegar com uma atualização de software, meses depois do lançamento do novo dispositivo.



Fontes: Bloomberg e MacRumors

30/5/2022 - 4h08

Comments


bottom of page