• Rafael de Angeli

Com 2 bilhões de iPhones vendidos, Apple continua a redefinir o que os clientes desejam

Com mais modelos de iPhone disponíveis, os clientes podem entrar no ecossistema da Apple em qualquer faixa de preço - o que gerou mais de 2 bilhões de iPhones vendidos.


Enquanto a Apple vende apenas alguns modelos novos de iPhone, o mercado de usados ​​está inundado com aparelhos mais antigos. Isso cria uma ampla variedade de escolha para o consumidor, desde o iPhone 13 Pro Max de 1 TB de US$ 1.600 até um iPhone 11 usado comprado por quase nada após a troca.


Um relatório de Horace Dediu, da Asymco, diz que há mais de 1 bilhão de usuários ativos do iPhone, com cerca de 60% do mercado nos Estados Unidos. Graças a uma alta taxa de mudança do Android e uma baixa taxa de mudança da Apple, esse número continua a crescer. Por exemplo, mais de 14% dos cidadãos americanos pesquisados ​​mudaram para o iPhone nos últimos dois anos.


A Apple atingiu 2 bilhões de iPhones vendidos graças a uma combinação de dois fatores - alta demanda por recursos encontrados em novos iPhones e valor crescente nos incentivos das operadoras. Além disso, os valores de troca de iPhones mais antigos chegam a US$ 1.000, obrigando muitos a fazerem upgrade.


Com os clientes podendo trocar seus iPhones antigos por novos, a Apple pode aumentar seu número total de smartphones vendidos. O efeito secundário de um bom programa de troca é a ampla disponibilidade de iPhones usados.


O preço não é tudo para quem está considerando um novo dispositivo, mas a Apple também cobre isso. Aparentemente, a empresa foi capaz de oferecer novos recursos que despertam o interesse do cliente sem perseguir constantemente o que Dediu chama de "dilema do cavalo mais rápido". Cada nova atualização do iPhone, como o modo cinema e as câmeras melhores dos modelos deste ano, oferece um incentivo real para os usuários atualizarem para o modelo mais recente.



Com todos esses fatores em mente, é fácil ver por que a Apple não apenas vendeu mais de 2 bilhões de iPhones, mas também está ganhando participação em mercados-chave. A linha iPhone 13 começou a ser vendida ontem, 24 de setembro, com um novo conjunto de recursos para impulsionar a demanda dos clientes.



Fonte: AppleInsider

26/9/2021 - 0h10