• Rafael de Angeli

Bill Gates deixa o conselho da Microsoft para se concentrar em filantropia

Na sexta-feira (13), Bill Gates deixou o conselho de administração da Microsoft, afastando-se ainda mais da empresa que ele fundou.


Anunciado em um comunicado de imprensa publicado na página da Microsoft, a saída de Gates do conselho ocorre quase 12 anos depois que ele deixou o cargo de CEO, em 2012, para se concentrar na Fundação Bill e Melinda Gates. O foco de Gates na filantropia também está por trás de sua decisão de deixar o conselho da Microsoft.


Gates continuará atuando como "consultor de tecnologia" do CEO Satya Nadella e de outros altos escalões da Microsoft, posição que ele aceitou ao deixar o cargo de presidente do conselho em 2014.


"Bill fundou nossa empresa com uma crença na força democratizante do software e uma paixão em resolver os desafios mais prementes da sociedade. E a Microsoft e o mundo são melhores por isso”, disse Nadella, em um comunicado. "E a Microsoft continuará se beneficiando da paixão e conselhos técnicos contínuos de Bill para impulsionar nossos produtos e serviços”.

Com a saída de Gates, o conselho da Microsoft será composto por 12 membros.


Gates foi criticado por décadas pelos fãs da Apple, que, talvez com a provocação do falecido co-fundador (e gênio) da Apple, Steve Jobs, viam a plataforma Windows como uma cópia "descarada" da interface gráfica do usuário popularizada pelo Macintosh. A Microsoft passou a dominar o mercado de PCs por trás de parcerias astutas feitas no início do boom da computação pessoal.


A gigante do software viu menos sucesso nos dispositivos móveis, onde a Apple assumiu a liderança com o iPhone. Quem lembra do Windows Phone mesmo? 🤣😂 Foi o Android, do Google, e não o Windows, que desafiou e finalmente usurpou o iOS em termos de participação no mercado, fato que Gates lamentou em uma entrevista no ano passado.

Uma briga pública entre os dois titãs da tecnologia se alastrou até 1997, quando a Microsoft investiu na Apple logo após o retorno de Jobs, anunciou o suporte do Mac ao pacote Office e resolveu um processo em andamento por violação de direitos autorais.

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.