• Rafael de Angeli

Apple divulga lucro de US$ 20,6 bilhões e receita de US$ 83,4 bilhões no 4º trimestre fiscal de 2021

A empresa tem novo recorde do trimestre de setembro, com aumento de 29% na receita, onde Serviços e Mac atingiram os melhores números de todos os tempos.


A Apple anunciou hoje os resultados financeiros do quarto trimestre fiscal de 2021, que corresponde ao terceiro trimestre do ano, onde registrou receita de US$ 83,4 bilhões e lucro líquido trimestral de US$ 20,6 bilhões, ou US$ 1,24 por ação diluída, em comparação com a receita de US$ 64,7 bilhões e lucro líquido trimestral de US$ 12,7 bilhões, ou US$ 0,73 por ação diluída, no trimestre do ano anterior.



A receita da Apple foi um recorde do trimestre de setembro, onde o Mac e Serviços também bateram recordes. O desempenho da empresa foi aproximadamente alinhado com as expectativas dos analistas e quase certamente foi contido pela escassez de componentes que levaram (e ainda estão levando) a longas estimativas de envio para muitos produtos.


A margem bruta do trimestre foi de 42,2%, em comparação com 38,2% no mesmo trimestre de 2020. A Maçã também declarou um pagamento de dividendos trimestrais de US$ 0,22 por ação, pagáveis ​​em 11 de novembro aos acionistas registrados ao término dos negócios, em 8 de novembro de 2021.


Para todo o ano fiscal, a Apple quebrou recordes com US$ 365,8 bilhões em vendas e US$ 94,7 bilhões em receita líquida, acima dos US$ 274,5 bilhões em vendas e US$ 57,4 bilhões em receita líquida para o ano fiscal de 2020.


Tim Cook, CEO da Apple:

"Este ano, lançamos nossos produtos mais poderosos de todos os tempos, de Macs com M1 a uma linha de iPhone 13 que está estabelecendo um novo padrão de desempenho e capacitando nossos clientes a criar e se conectar de novas maneiras. Estamos infundindo nossos valores em tudo o que fazemos - nos aproximando de nossa meta de 2030 de ser neutro em carbono em toda a nossa cadeia de suprimentos e em todo o ciclo de vida de nossos produtos, e sempre avançando em nossa missão de construir um futuro mais justo".


Números por segmentos:

  • iPhone: US$ 38,87 bilhões (+47%)

  • Mac: US$ 9,18 bilhões (+1,6%)

  • iPad: US$ 8,25 bilhões (+21,4%)

  • Vestíveis, Casa e Acessórios: US$ 8,79 bilhões (+11,5%)

  • Serviços: US$ 18,28 bilhões (+25,6%)


Como tem acontecido há mais de um ano, a Apple mais uma vez não está emitindo orientações para o trimestre atual que será encerrado em dezembro.



Fontes: Apple e MacRumors

28/10/2021 - 21h55