• Rafael de Angeli

Vendas de iPhones nos EUA caíram 23%, mas o iPhone SE ficou acima das expectativas

As vendas do iPhone SE são um 'ponto brilhante' no segundo trimestre, graças a usuários vindos do Android e aos que estão atualizando do iPhone 6s ou mais antigo.

Imagem: Reprodução/MacRumors

As vendas de iPhone nos Estados Unidos caíram 23% no segundo trimestre de 2020 em comparação com o segundo trimestre de 2019, de acordo com as novas estimativas de vendas compartilhadas pela Counterpoint Research. Embora as vendas tenham caído, o iPhone SE foi visto como um "ponto positivo", acima das expectativas, como publicamos ontem.


No geral, as vendas por distribuidores de smartphones nos EUA caíram 25% nos últimos anos, mas Apple e Samsung conseguiram manter as vendas um pouco melhores do que outras marcas devido a uma forte presença on-line. No caso da Apple, o novo iPhone SE (2ª geração), lançado em abril deste ano, também ajudou os volumes de vendas da empresa ao longo do trimestre.



Com preço a partir de US$ 399, o iPhone SE‌ está vendendo bem nos canais pós-pago e pré-pago. Mais de 30% dos compradores do iPhone SE‌ estavam atualizando a partir de um ‌iPhone‌ 6s ou mais antigo e mais de 26% dos usuários vinham de um dispositivo Android, o que, segundo a Counterpoint, é uma taxa de troca do Android para iOS mais alta que o normal.


Os volumes da Apple cresceram no trimestre e foram especialmente ajudados pelos volumes do iPhone SE‌. Não foi um lançamento típico da empresa, com pouco alarde e sem um evento de lançamento, que normalmente também inclui uma blitz de anúncios de TV. No entanto, o dispositivo obteve sucesso e vendeu acima das expectativas nos canais pós-pago e pré-pago. Desde o lançamento do ‌iPhone SE‌, as lojas de operadoras e o varejo nacional foram reabertos. Alguns canais viram grandes promoções para atrair compradores de volta às lojas. Isso foi especialmente verdade no Walmart, Metro da T-Mobile e Boost.


É improvável que o iPhone SE canibalizará as vendas dos modelos "iPhone 12" no final do ano, porque os compradores do ‌SE‌ são "mais pragmáticos" em relação ao preço, menos preocupados com a conectividade 5G e a tela menor "não é considerada um obstáculo".


De acordo com a Counterpoint Research, de meados de março a meados de abril, as vendas foram mais fracas no mercado geral de smartphones, mas as coisas começaram a melhorar novamente na metade de abril, depois que os consumidores receberam estímulos e as lojas começaram a reabrir. As vendas de smartphones de maio até o final de junho cresceram semana após semana, e as vendas de junho de 2020 foram mais fortes do que as de junho de 2019.


Leia também:

- ‘O novo iPhone SE é bem-sucedido em seu papel pretendido’, afirma o CIRP



Fonte: MacRumors

21/07/2020 - 13h21

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.