• Rafael de Angeli

Rumor: modelos Pro do iPhone 13 usarão tecnologia LTPO OLED para telas de 120Hz

A Samsung será a fornecedora exclusiva de telas LTPO OLED para os modelos "Pro" da linha iPhone 13 (ou 12S?), para o final deste ano, de acordo com o site TheElec.


A adoção da tecnologia de exibição LTPO pela Apple permitiria implementar uma taxa de atualização de 120Hz nos iPhones de última geração, como observa a notícia:


A Samsung Display será a fornecedora exclusiva usada pela Apple para painéis de diodo orgânico que emitem luz (OLED) usados nos dois modelos 'mais altos' de seu próximo iPhone. Ambos os modelos do iPhone 13 usarão painéis OLED de transistores de película fina (TFT) de óxido policristalino de baixa temperatura (LTPO) feitos pela Samsung Display. O iPhone 13 da Apple terá quatro modelos e todos eles usarão painéis OLED. Os dois principais modelos usarão LTPO OLED que pode suportar taxa de atualização de 120Hz.

Uma notícia recente creditou à LG e à Samsung o fornecimento da tecnologia à Apple para o iPhone 13. De acordo com as novas informações divulgadas, a LG se concentrará em aumentar sua capacidade este ano para começar a fornecer, no próximo ano, com a Maçã planejando usar monitores LTPO OLED para "todos os seus modelos de iPhones de 2022”.


Rumores anteriores sugeriram que a tecnologia chegará a pelo menos dois modelos de iPhones em 2021, enquanto o analista de telas Ross Young espera que o "desenvolvimento mais importante" nos modelos iPhone 13 Pro seja a adoção de monitores ProMotion compatíveis com 120Hz, com taxas de atualização variáveis, algo que a Apple só lançou no iPad Pro até hoje.


Várias notícias, bem antes do lançamento da linha iPhone 12, sugeriram que os modelos high-end (iPhone 12 Pro e 12 Pro Max) poderiam apresentar telas ProMotion de 120Hz, mas mais tarde no ciclo de rumores, ficou previsível que esse recurso seria adiado para 2021 devido a preocupações com a duração da bateria.


O uso da tecnologia LTPO permitiria que a Apple oferecesse um painel (placa traseira) muito mais eficiente em termos de energia, que é responsável por ligar e desligar pixels individuais na tela. Dependendo de como a empresa decida levar as coisas, a tecnologia pode pavimentar o caminho para uma vida útil mais longa da bateria ou elementos de exibição sempre ativos na tela bloqueada dos iPhones.


Os modelos Apple Watch Series 5 e Series 6 já usam monitores LTPO, o que lhes permitem ter a mesma duração da bateria de até 18 horas que os modelos anteriores do Apple Watch, na teoria, apesar de terem uma tela sempre ativa. Em testes realizados pela equipe News On Apple, a tela sempre ativa do Apple Watch, ao final de um dia de uso, acaba usando cerca de 20% a mais de bateria na comparação com a tela desligada e funcionando como nas versões anteriores do relógio inteligente da Maçã.



Fontes: TheElec e MacRumors

08/01/2021 - 18h06