• Fernando Cunha JR

Rumor: futuro iPhone poderá descrever uma foto através de áudio ou feedback tátil

Função aprimoraria as features de acessibilidade do iOS para pessoas com baixa ou nenhuma visão

Apesar da renovação das câmeras acontecerem praticamente a cada versão lançada do iPhone, as pessoas com boa visão é que acabam por fazer o seu uso e tirar fotos cada vez mais aprimoradas.


Pois bem, a patente de número US 20200106955 mostra que a empresa da maçã quer adaptar os futuros iPhones para que deficientes visuais possam usar a câmera e outras funções disponíveis no aparelho.

Neste pedido de patente, são detalhados métodos pelos quais um iPhone - ou outro dispositivo com uma câmera - pode "falar" com o usuário, seja ao rever uma foto ou ao tirar uma nova foto, podendo detectar quando a câmera não está nivelada ou quando foi movida e fornecer "feedback tátil e/ou audível de acordo com a determinação de que uma pessoa (ou outro objeto ou característica) entrou (ou saiu) da visualização ao vivo". Esses recursos permitiriam a fotografia para pessoas com uma ampla gama de deficiências visuais, incluindo cegueira.


Essa feature poderia, também, atribuir prioridades, tais como concluir que as três pessoas mais próximas da câmera são os assuntos pretendidos, mesmo na multidão de uma dúzia, por exemplo.


"Essa comodidade faria com que o usuário interaja apenas com objetos acima de um limite de destaque, ou uma caixa delimitadora", continua a patente, "para não sobrecarregar o usuário, desordenando a cena com os inúmeros objetos detectados".

"Uma segunda descrição audível do respectivo objeto poderia ser acionada", diz a patente, como por exemplo "um homem barbudo e sorridente perto da câmera na borda direita da imagem" ou "um homem barbudo vestindo óculos de sol e um chapéu no canto inferior direito da tela", ou até mesmo, "Alex está sorrindo na parte inferior direita da tela".


Caso o usuário não consiga ver a caixa delimitadora, o iPhone, ou outro dispositivo, pode usar mais o feedback tátil, podendo reagir, ao passar um dedo pela tela, por exemplo, respondendo quando a figura cruza a caixa delimitadora.

O novo aplicativo de câmera proposto também pode usar feedback tátil para informar ao usuário quando uma foto está ou não nivelada.

A patente sugere que, quando a câmera está no que chama de "modo de acessibilidade", os gestos regulares, como tocar para focar, são substituídos por gestos mais específicos para os deficientes visuais.


Uma função que possa permitir selecionar objetos traçando o dedo sobre uma visualização, personaliza, com mais eficiência, a interface para usuários com cegueira ou baixa visão.

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.