• Rafael de Angeli

Nove em cada dez ativações de smartphones nos EUA no dia de Natal eram iPhones

Um novo relatório da Flurry Analytics afirma que nove dos dez principais smartphones ativados no dia de Natal de 2020 nos Estados Unidos eram iPhones.


O Natal nos Estados Unidos é o maior dia para novas ativações de smartphones, por isso representa uma oportunidade única de analisar as preferências dos consumidores.


O iPhone 11 foi o dispositivo mais ativado no dia de Natal, com ativações cinco por cento maiores do que a média final do período entre 18 e 24 de dezembro. Este é o segundo ano consecutivo em que o iPhone 11 ficou em primeiro lugar, seguido pelo iPhone XR. O principal dispositivo premium foi o iPhone 12 Pro Max, que continuou a ver "demanda forte e duradoura".



Esse ranking está de acordo com as tendências normais, já que os dispositivos mais recentes e sofisticados da Apple geralmente só aumentam em torno do lançamento, devido aos primeiros usuários. O iPhone 12 obteve ganhos à medida em que os usuários gradualmente substituíram seus dispositivos existentes nos meses após o lançamento. Alguns smartphones, como o iPhone XR, não eram mais populares do que a média final para esse dispositivo, o que significa que não era necessariamente um presente popular para o Natal, mas apenas um smartphone popular.


O único dispositivo não-Apple a chegar ao top 10 foi o smartphone K30 econômico da LG. No geral, os dispositivos econômicos dominaram o ranking, com o iPhone SE e o LG K30 tendo 34% e 181% de aumentos, respectivamente. Flurry acredita que o sucesso dos modelos dos últimos anos, como o iPhone 11 e o iPhone XR, indica que os consumidores americanos foram mais sensíveis aos preços nesta temporada de férias e festas.


Uma exceção notável dos dez primeiros é o iPhone 12 mini, que aparentemente não conseguiu chamar a atenção dos consumidores tanto quanto outros dispositivos, talvez devido ao seu desconto de apenas US$ 100 em comparação com o iPhone 12 “comum”.



Este ano, as ativações de smartphones caíram 23% na comparação com 2019. Flurry especula que isso pode ter acontecido por dificuldades financeiras, reuniões familiares mais limitadas ou doações mais espalhadas este ano.


O Flurry Analytics usa dados de mais de um milhão de aplicativos móveis, fornecendo insights de dois bilhões de dispositivos móveis por mês, e em breve informará o mês inteiro de dezembro para termos dados mais completos das ativações de smartphones.



Fonte: MacRumors

31/12/2020 - 1h07