• Pedro Celli

Na surdina, Apple atualiza o MacBook Air

No início de março fizemos uma matéria aqui no site dizendo quais produtos da Apple você deveria esperar para comprar, pois fazia muito tempo que a empresa não os atualizava. E o MacBook Air não fazia parte desta lista, pois ele tinha sido atualizado em julho de 2019 e o prazo médio de atualização para este produto é de 412 dias. Mas com "apenas" 253 dias de vida, a Apple surpreendeu, e junto com o novo iPad Pro de quarta geração, lançou uma atualização do MacBook Air.


Com este lançamento, fica claro que a Apple pretende retirar do mercado todos os produtos com o famigerado teclado borboleta, que só deu problema desde a sua primeira geração, e corrobora com o rumor de um novo MacBook Pro de 14" (antigo 13"), que deve ser lançado muito em breve, pois é o único da família que ainda continua com esta "porcaria" de teclado.


Mas, sem delongas, vamos falar do novo MacBook Air, que traz o novo teclado que foi lançado junto com o Macbook Pro de 16" em 2019. Fim das dores de cabeça? Esperamos que sim, pois até agora, o Magic Keyboard está funcionando muito bem. Na parte do teclado ainda, as teclas são retro iluminadas, sem Touch Bar, mas com Touch ID. O Trackpad Force Touch, para controle preciso do cursor e sensores de pressão, ficou 20% maior.


Na parte gráfica, a tela é retina, IPS, com mais de quatro milhões de pixels em uma resolução de 2560 x 1600 (227 pixels por polegada) com a tecnologia True Tone, que ajusta automaticamente o ponto de branco da tela à iluminação ambiente. O desempenho gráfico também ficou até 80% mais rápido, lembrando que ele não tem opção de placa de vídeo sem ser a interna do processador, que é a Intel Iris Plus Graphics. Mas, devido às duas portas Thunderbolt 3, você pode adicionar uma eGPU e aumentar, em muito, o poder de processamento gráfico, tanto para jogos como softwares de edição.

Na motorização, temos 3 opções de processadores da Intel de 10ª geração, que, segundo a Apple, garante um desempenho até 2x mais rápido quando equipado com o Core i7.


• Core i3 de dois núcleos e 1,1 GHz (Turbo Boost até 3,2 GHz) com cache L3 de 4 MB;


• Core i5 de quatro núcleos e 1,1 GHz (Turbo Boost até 3,5 GHz) com cache L3 de 6 MB;


• Core i7 de quatro núcleos e 1,2 GHz (Turbo Boost até 3,8 GHz) com cache L3 de 8 MB.


Mas um processador sozinho não faz verão, então ele vem com 8 GB de memória integrada LPDDR4X com 3733 MHz e a possibilidade de configuração para até 16 GB.


Quanto ao armazenado, ele dobrou sua capacidade inicial para 256 GB e tem opção para até 2 TB de SSD PCIe (com aquele precinho "legal" da Apple).

O som do novo Macbook Air também mudou e para melhor. Os alto-falantes oferecem o dobro de graves e 25% mais volume em estéreo e compatível com Dolby Atmos. A Câmera FaceTime de alta definição (720p) e os 3 microfones melhoraram o uso do FaceTime ou de outro software de conversação, mas ainda esperamos uma câmera em Full HD, né, Apple? A entrada para fones de ouvido de 3,5 mm continua presente.


Ainda falando de conexões, ele tem 2 portas USB-C / Thunderbolt 3, que suportam 1 monitor de 5K ou 6K, e até 2 de 4K. A rede Wi-Fi 802.11ac é compatível com IEEE 802.11a/b/g/n e o Bluetooh é o 5.0.

Ele é todo produzido em Alumínio série 6000, que proporciona maior resistência, durabilidade e 47% menos emissão de carbono. Sobre a bateria, ela é de polímero de lítio de 49,9 watts/hora e vem com um carregador USB-C de 30W. Segundo a Apple, você consegue navegar via wi-fi por até 11 horas e reproduzir vídeos no app Apple TV por 12 horas.


E os preços? No Brasil, pelo site da Apple, ele começa em R$ 10.299,00 com o i3 e 256 GB de SSD (US$ 999,00 nos Estados Unidos e já à venda) e R$ 13.299,00 com o processador i5 e 512 GB de SSD (US$ 1.299,00 nos Estados Unidos e já à venda) - ambos com 8 GB de RAM. Ainda não é possível customizar. Geralmente a Apple só libera a customização depois das vendas iniciarem. Lembrando sempre que este preço é para dividir em 12 vezes. Se for à vista, tem 10% de desconto.


Por curiosidade, se você quiser comprar nos EUA a versão topo de linha com i7, 16 GB RAM e 2TB de SSD, ele custa US$ 2.249,00, ou seja, na nossa previsão, ele custaria aqui aproximadamente R$ 22.299,00!

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.