top of page
  • Rafael de Angeli

Logotipo retroiluminado da Apple pode retornar em futuros MacBooks

A Apple pode estar considerando o retorno de seu icônico logotipo retroiluminado em futuros modelos de MacBook, de acordo com uma patente da Maçã recém-publicada.


Visão comum em cafeterias em praticamente todo o mundo, o emblema brilhante do logotipo da Apple nas tampas de muitos MacBooks lançados a partir de 1999, teve seu fim em 2015.


Catalogada pela Apple em maio de 2022 e publicada na semana passada pelo Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA, uma nova patente resume várias implementações de "dispositivos eletrônicos com estruturas de espelho parcial retroiluminado" (Electronic Devices With Backlit Partial Mirror Structures).


"Um dispositivo eletrônico, como um laptop ou outro dispositivo, pode ter uma caixa. Componentes como tela e teclado podem ser montados na caixa. A parte traseira da caixa pode ser fornecida com um logotipo. O logotipo ou outras estruturas no dispositivo pode ser fornecido com um espelho retroiluminado parcialmente refletivo. O espelho pode fornecer ao logotipo ou outras estruturas uma aparência brilhante enquanto bloqueia a visão dos componentes internos. Ao mesmo tempo, a transparência parcial do espelho permite que a iluminação da luz de fundo de dentro do dispositivo passe pelo espelho".


"Uma ou mais camadas de filme fino podem ser configuradas para fornecer ao espelho parcialmente refletivo o espectro de reflexão de luz visível desejado, um espectro de transmissão de luz visível desejado e um espectro de absorção de luz visível desejado. A refletividade do espelho pode ser configurada de modo que o espelho serve como um espelho unidirecional para o logotipo ou outra estrutura. O espelho pode ter uma cor neutra, como cinza claro, ou pode ter uma cor não neutra, como ouro".

O site Patently Apple, que destacou o documento pela primeira vez, observa que três dos engenheiros listados na patente só ingressaram na Apple em 2018, muito depois que o logotipo retroiluminado foi retirado dos MacBooks, indicando que uma metodologia diferente está sendo descrita.


Apple PowerBook G3 de terceira geração (1999)

O primeiro MacBook com logotipo iluminado da Maçã foi o PowerBook G3 de terceira geração, lançado em 1999, e o símbolo brilhante provou ser um pilar em notebooks Apple consecutivos pelos próximos 16 anos. A única mudança nesse período foi que o logo foi virado para cima, para que não aparecesse mais de cabeça para baixo para os espectadores quando alguém sentava em público com a tampa aberta do computador.



Em 2015, a Apple começou a eliminar sua marca iluminada de seus laptops, começando com o MacBook ultrafino de 12 polegadas, que tinha um logotipo de metal polido, como os dos iPads. Em 2016, uma nova geração de MacBooks Pro continuou a tendência apagada, e a Apple não lançou mais Macs com logotipos brilhantes desde então.



Fontes: Patently Apple e MacRumors

1º/11/2022 - 15h55

bottom of page