• Rafael de Angeli

Desempenho do chip 'A16' do 'iPhone 14' pode ser prejudicado pela crise tecnológica mundial

A fornecedora TSMC está supostamente lutando para fazer seu processo de produção de chips de 3nm funcionar, mas os problemas podem forçá-la a fazer o processador "A16", para o próximo "iPhone 14", com o atual processo de 5nm. Isso significaria que o chip não teria uma melhoria significativa sobre o A15, como é esperado.

Imagem: Reprodução/Apple/Cult of Mac

Os problemas de produção, se forem reais, provavelmente também afetarão os processadores de Macs e iPads, já que todos os computadores da Apple usam variações do mesmo núcleo de processador.


Não houve nenhum anúncio oficial de problemas da TSMC, mas o The Information relatou que "a TSMC está lutando com sua mais recente técnica de fabricação de ponta, que reduz o tamanho dos transistores nos chips para 3 nanômetros", citando "duas pessoas informadas pela TSMC sobre o projeto" como sua fonte.


A produção do chip A16 não deve começar por agora, já que o iPhone 14 quase certamente não será lançado antes de setembro de 2022. Isso dá, na teoria, tempo à TSMC para resolver seus problemas.


Uma das razões pelas quais o iPhone 13 oferece pontuações de benchmarks cerca de 50% mais rápido do que o Samsung Galaxy S21 é a parceria de longa data da Apple com a TSMC. Os chips da Maçã são projetados em Cupertino, no Apple Park, na Califórnia (EUA), mas feitos pela TSMC porque ela tem a experiência para produzir processadores de ponta.



A empresa taiwanesa tem conseguido encolher os componentes dos chips da Apple a cada um ou dois anos, permitindo que trabalhem mais rápido e gerando menos calor residual (gastando menos energia e economizando bateria). O chip A15, dos iPhones 13, usa um processo de 5nm. Antes, o A13 era feito com um processo de 7nm, o A11 em 10nm e o A9 em um processo de 16nm.


A notícia rumorada indica que o A16 também pode ser feito com um processo de 5nm. Esse seria o terceiro ano consecutivo com o mesmo processo, algo que nunca aconteceu com o iPhone em sua história.


O resultado pode ser o A16 não oferecendo um grande ganho de desempenho sobre o A15. A publicação avisa que "isso pode fazer com que alguns clientes adiem a atualização de seus dispositivos por mais um ano e dar aos concorrentes da Apple um pouco mais de tempo para recuperar o atraso".



Fontes: The Information e Cult of Mac

3/11/2021 - 2h43