top of page
  • Rafael de Angeli

Apple lança o Supplier Employee Development Fund no valor de US$ 50 milhões

Para ajudar a ampliar as iniciativas para os funcionários da cadeia de fornecimento, a Apple firmou parceria com a Organização Internacional do Trabalho, a Organização Internacional para as Migrações e especialistas em educação do mundo todo.


A Apple anunciou o Supplier Employee Development Fund, que ampliará o acesso a oportunidades de aprendizado e desenvolvimento de habilidades. O fundo inclui a formação e a expansão de parcerias com os principais ativistas de direitos humanos, universidades e organizações sem fins lucrativos para promover o trabalho contínuo da Maçã de capacitação dos funcionários de fornecedores e ampliar a conscientização e o respeito aos direitos trabalhistas nos setores.


Como parte de seu compromisso de US$ 50 milhões, a Apple aproveitou sua longa história no espaço para trabalhar com parceiros da cadeia de fornecimento para dar voz aos trabalhadores, o que inclui apoiar os programas sobre direitos trabalhistas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para funcionários do setor de eletrônicos e o trabalho da Organização Internacional para as Migrações (OIM) de expansão dos treinamentos de direitos humanos e das principais ferramentas de recrutamento responsável do setor.


Sarah Chandler, senior director of Environment and Supply Chain Innovation da Apple:


"Colocamos as pessoas em primeiro lugar em tudo o que fazemos, e temos o prazer de anunciar um novo compromisso de acelerar nosso progresso e oferecer ainda mais oportunidades aos funcionários da nossa cadeia de fornecimento. Ao lado de defensores dos direitos humanos e líderes da educação, continuamos promovendo inovações para ajudar as pessoas e o planeta".


Amy Pope, diretora geral adjunta de Gestão e Reforma da OIM:


"Na OIM, sabemos que a responsabilidade da cadeia de fornecimento é complexa e deve ser movida pela inovação, pelos resultados e pelas parcerias. Melhorar a vida das pessoas deve ser a base. A parceria entre a OIM e a Apple gerou resultados na própria cadeia de fornecimento da Apple e serve de exemplo ao setor. Para promover mudanças reais, precisamos de uma colaboração global com trabalhadores, ONGs, governos e indústrias. Os novos compromissos da Apple terão benefícios palpáveis e importantes para os trabalhadores do mundo todo".

A Apple também está lançando o 16º relatório anual "As pessoas e o meio ambiente em nossa cadeia de fornecimento", que relata de forma abrangente como a empresa e seus fornecedores ajudam os funcionários da cadeia de fornecimento, migram para a energia renovável e investem em tecnologias de ponta.


Novos oportunidades de educação e desenvolvimento profissional



A Apple oferece cursos educacionais, de capacitação e aprimoramento pessoal na forma presencial e virtual desde 2008, garantindo aos funcionários da cadeia de fornecimento a oportunidade de adquirir novas habilidades de liderança e técnicas. Com o lançamento do Supplier Employee Development Fund, a Apple expandiu muito o escopo dessas ofertas, com novos recursos educacionais para os funcionários da cadeia de fornecimento e para as comunidades vizinhas desenvolverem as habilidades necessárias para seus empregos atuais e futuros.


Disponíveis inicialmente nos EUA, China, Índia e Vietnã, as novas iniciativas de educação da Apple disponibilizarão treinamentos e cursos aos funcionários de fornecedores do mundo todo. Até 2023, a gigante de Cupertino espera a participação de mais de 100 mil funcionários de fornecedores nas novas oportunidades de aprendizado, desde treinamento de liderança e certificações técnicas até aulas sobre programação, robótica e fundamentos avançados de fabricação, incluindo fabricação ecológica.


As novas iniciativas se baseiam no compromisso de longo prazo da Apple com o investimento nos funcionários da cadeia de fornecimento e com a promoção de práticas recomendadas de fabricação no mundo todo. Até o momento, os programas educacionais para funcionários de fornecedores da empresa já alcançaram mais de 5 milhões de pessoas.


Ampliando os programas de direitos trabalhistas



O Código de Conduta dos Fornecedores da Apple exige que todos os funcionários sejam instruídos sobre seus direitos. Até o momento, mais de 23 milhões de funcionários de toda a cadeia de fornecimento mundial da Maçã já receberam um treinamento essencial sobre direitos trabalhistas.


Em parceria com a OIM e a OIT, agências das Nações Unidas que defendem os direitos trabalhistas, a Apple ampliará esse trabalho criando novos programas, treinamentos e mecanismos de feedback que ajudam a garantir um ambiente de trabalho seguro e respeitoso para funcionários de toda sua cadeia de fornecimento.


Como parte do novo Supplier Employee Development Fund, a Apple também anuncia a formação e a ampliação de várias parcerias com especialistas em direitos trabalhistas, organizações e agências da ONU, incluindo:


  • Uma nova parceria com a OIT para promover os direitos trabalhistas fundamentais nas cadeias de fornecimento de eletrônicos;

  • Uma nova iniciativa para ampliar o melhor programa digital de treinamento sobre direitos trabalhistas para toda a cadeia de fornecimento da Apple;

  • Expandir o trabalho com a OIM para ampliar o Manual de Recrutamento Responsável (desenvolvido pela Apple em parceria com a OIM) para toda a cadeia de fornecimento da empresa, que em breve estará disponível para empresas de todos os setores;

  • Desenvolver plataformas de comunicação e promover a conscientização sobre canais de comunicação independentes em que os funcionários de fornecedores podem fazer comentários ou denúncias sobre seu local de trabalho.



Saiba mais sobre o compromisso da Apple com a proteção do meio ambiente e dos funcionários da sua cadeia de fornecimento pelo relatório "As pessoas e o meio ambiente em nossa cadeia de fornecimento" de 2022.



Fonte: Apple

9/4/2022 - 0h10

bottom of page