• Rafael de Angeli

App Store é responsável por 2,23 milhões de empregos e faz sucesso entre os pequenos desenvolvedores

Desenvolvedores franceses e americanos tiveram crescimentos de 122% e 118% nos lucros, respectivamente, enquanto a taxa de crescimento dos ganhos dos pequenos desenvolvedores superou a dos grandes em mais do que o dobro.


A Apple compartilhou detalhes sobre estudos provenientes de economistas do Analysis Group (encomendados pela Apple) e do Progressive Policy Group, com os relatórios destinados a destacar os sucessos de pequenas empresas e desenvolvedores independentes na App Store.


Entre 2019 e 2021, os ganhos dos pequenos desenvolvedores aumentaram 113%, superando o crescimento dos maiores desenvolvedores, de acordo com o Analysis Group. Pequenos desenvolvedores são definidos como aqueles que ganharam até US$ 1 milhão em um ano e que têm menos de 1 milhão de downloads anuais, com a pesquisa excluindo aqueles com menos de 1.000 downloads na ‌App Store‌. O Analysis Group diz que mais de 90% dos desenvolvedores da ‌App Store‌ são considerados pequenos desenvolvedores.


Alguns desses pequenos desenvolvedores estão ganhando mais dinheiro por causa da comissão reduzida implementada por meio do Programa para Pequenos Negócios da App Store (App Store Small Business Program) no final de 2020, mas a Apple e o Analysis Group sugerem que existem outros fatores de crescimento em ação além das taxas de comissão mais baixas. Pequenos desenvolvedores são elegíveis para pagar 15% em taxas da ‌App Store‌ em vez dos 30% que os grandes desenvolvedores devem pagar, e esse corte representaria um aumento de 21% nos lucros, sob a métrica de crescimento total de 113%, relata o estudo.



O crescimento mais forte nos lucros veio de desenvolvedores na França e nos Estados Unidos, que tiveram um aumento de 122% e 118% nos lucros em 2021, respectivamente. A taxa de crescimento dos lucros dos pequenos desenvolvedores ativos em 2019 superou a dos grandes desenvolvedores em mais do que o dobro.


Entre os desenvolvedores de maior escala que venderam bens e serviços digitais e ganharam mais de US$ 1 milhão em 2021, 45% não estavam na ‌App Store‌ ou tiveram menos de US$ 10.000 em ganhos nos cinco anos anteriores, o que o Analysis Group sugere ser um indicativo das oportunidades disponíveis para "desenvolvedores nascentes com ideias inovadoras".



O segundo estudo do Progressive Policy Institute destaca separadamente a variedade de empregos que a economia de aplicativos iOS foi responsável por criar, abrangendo desenvolvimento de software, vendas, design e muito mais. O estudo sugere que o ecossistema iOS é responsável por 2,23 milhões de empregos, incluindo os indiretos.


A Apple divulgou, no início deste ano, que os desenvolvedores ganharam um total de US$ 260 bilhões (aproximadamente R$ 1,24 trilhão) desde o lançamento da ‌App Store‌. Existem mais de 1,8 milhão de aplicativos na ‌App Store‌ e 1,8 bilhão de dispositivos ativos em 175 países e regiões. 80% dos pequenos desenvolvedores estão ativos e 40% dos downloads vêm de fora do país de origem de um pequeno desenvolvedor, com o ecossistema da ‌gigante de Cupertino facilitando as vendas globais.



Os estudos divulgados também indicam que os sistemas operacionais da Apple (iOS, iPadOS, macOS, tvOS e watchOS) geram mais empregos que o Android, do Google.


A Apple diz que os relatórios do Analysis Group "pintam uma imagem de um ecossistema de aplicativos próspero e dinâmico, onde oportunidades e inovações floresceram", e não é surpresa que a Maçã esteja ansiosa para apontar os sucessos da ‌App Store‌ em meio a mudanças regulatórias nos Estados Unidos, na Europa e em outros países e continentes.


Autoridades do governo dos Estados Unidos estão considerando o Open App Markets Act e o American Innovation and Choice Online Act, com a legislação destinada a permitir que os desenvolvedores usem lojas de apps que não sejam da Apple e sistemas alternativos de pagamentos em aplicativos, mudanças que afetariam a receita da empresa, e como a Apple argumenta, a segurança do iPhone, iPad, Mac, Apple Watch e Apple TV.


A União Europeia está trabalhando em uma legislação ainda mais abrangente que permitiria o sideload de aplicativos, sistemas de pagamento alternativos e exigiria que a Apple abrisse o acesso a todos os recursos de hardware e software em seus dispositivos‌.



Fontes: Apple, Analysis Group, Progressive Policy Group e MacRumors

27/5/2022 - 1h39