• Rafael de Angeli

88% dos usuários de iPhone ao redor do mundo não aceitam o rastreamento de apps

Análise sugere que 96% dos usuários deixam o rastreamento de aplicativos desativado no iOS 14.5 somente nos Estados Unidos.


Uma análise inicial da transparência de rastreamento de aplicativos da Apple, feita pela Flurry Analytics, sugere que a grande maioria dos usuários de iPhone está deixando o rastreamento de aplicativos desabilitado desde que o recurso App Tracking Transparency (Transparência do Rastreamento de Apps) foi lançado em 26 de abril com o lançamento do iOS 14.5.


De acordo com os dados mais recentes da empresa de análise Flurry, apenas 4% dos usuários de ‌iPhone‌ nos Estados Unidos optaram ativamente pelo rastreamento de aplicativos após atualizarem seus dispositivos para o iOS 14.5. Os dados são baseados em uma amostra de 2,5 milhões de usuários ativos móveis diários.


Ao olhar para usuários em todo o mundo que permitem o rastreamento de apps, o número sobe para 12% em uma amostra de 5,3 milhões de usuários.



Com o lançamento do iOS 14.5, os aplicativos solicitam permissão do usuário para que possam acessar o identificador de publicidade aleatório do iPhone, que é usado para rastrear as atividades em aplicativos e sites. Os usuários podem ativar ou desativar a capacidade dos apps de pedirem para rastreá-los. A Apple desativa a configuração por padrão.


Desde a atualização, há quase três semanas, os números da Flurry mostram uma taxa estável de exclusão do rastreamento de aplicativos, com o número mundial oscilando de 11 a 13% e nos EUA entre 2 e 5%. O desafio para o mercado de anúncios personalizados será significativo se as primeiras semanas acabarem refletindo uma tendência de longo prazo.



O Facebook, oponente feroz do recurso, já começou a tentar convencer os usuários de que devem ativar o rastreamento no iOS 14.5 se quiserem ajudar a manter o Facebook e o Instagram "gratuitos". Esse sentimento parece ir contra a alegação anterior da rede social de que o App Tracking Transparency terá um impacto "administrável" em seus negócios e poderá até mesmo beneficiar o Facebook a longo prazo.


A Flurry Analytics, de propriedade da Verizon Media, é usada em mais de 1 milhão de aplicativos móveis, fornecendo insights agregados em 2 bilhões de dispositivos móveis por mês. A Flurry pretende atualizar seus números todos os dias da semana para a taxa de aceitação diária, bem como a parcela de usuários que os aplicativos não podem pedir para rastrear, tanto nos EUA quanto globalmente.



Fontes: Flurry Analytics e MacRumors

13/05/2021 - 22h23