• Rafael de Angeli

União Europeia investiga assistentes de voz como a Siri, Alexa e Google Assistente

Os reguladores da concorrência estão pesquisando se há "problemas no mercado para assistentes de voz e outros dispositivos conectados à Internet que podem levar a casos antitruste".

Imagem: Reprodução/Byte - BestPriceOn

Os reguladores da concorrência da União Europeia (UE) estão nos estágios iniciais de investigação das assistentes de voz, incluindo a Siri, da Apple, a Alexa, da Amazon, e a Google Assistente, de acordo com um relatório da Reuters. Isso ocorre no mesmo momento em que a Apple enfrenta uma investigação das regras de compras dentro dos aplicativos, da App Store, e do Apple Pay na Europa.


O relatório explica que os reguladores da concorrência da UE estão alcançando 400 empresas para pesquisar se há "problemas no mercado para assistentes de voz, como Alexa, Siri e Google Assistente, e outros dispositivos conectados à Internet que podem levar a casos antitruste".


Em comunicado, o Comissário Europeu da Concorrência, Margrethe Vestager, explicou que “envia uma mensagem forte” para empresas como Amazon, Apple e Google, para saberem que os reguladores estão de olho. O foco principal, explicou Vestager, é a interoperabilidade:


Ele envia uma mensagem importante para as operadoras poderosas desses mercados de que as estamos observando e que elas precisam fazer negócios de acordo com as regras da concorrência. A interoperabilidade é essencial se queremos tornar esse mercado acessível.

De acordo com a Wikipédia, “interoperabilidade é a capacidade de um sistema (informatizado ou não) de se comunicar de forma transparente (ou o mais próximo disso) com outro sistema (semelhante ou não). Para um sistema ser considerado interoperável, é muito importante que ele trabalhe com padrões abertos ou ontologias”.


Vestager explicou que esse “inquérito” foi solicitado pelas grandes quantidades de dados envolvidos nos dispositivos da Internet das Coisas. O objetivo da investigação é garantir que “os participantes do mercado não usem seu controle” dos dados dos usuários para prejudicarem a concorrência geral do mercado ou sufocar os rivais.


A Apple possui rigorosas proteções de privacidade em vigor para a Siri e dispositivos HomeKit conectados. Sendo assim, será interessante ver que tipo de detalhes esse “inquérito” descobre. Além disso, a Apple juntou-se à Samsung, Amazon e outras, no início deste ano, para trabalhar em direção a um padrão aberto de segurança doméstica.


A Apple já está sob investigações formais na Europa sobre alegado comportamento anticoncorrencial relacionado às regras do Apple Pay e das compras dentro de aplicativos. Esta investigação se concentra em saber se a Apple bloqueou os serviços de pagamento sem contato da concorrência, bem como o corte de 30% nas transações da App Store.



Fonte: 9TO5Mac

17/07/2020 - 4h15

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.