• Rafael de Angeli

Rumor: Apple quer transmitir internet via satélite para iPhones. Seria o fim das operadoras?

A Maçã está desenvolvendo tecnologia de satélite para seus dispositivos.


Um relatório da Bloomberg afirma que a Apple está trabalhando na tecnologia de satélite para transmitir dados para os dispositivos dos usuários e pode lançar uma nova iniciativa, usando a tecnologia, dentro de cinco anos.


Existem muitas incógnitas e ressalvas. O projeto "ainda é cedo e pode ser abandonado", disse a Bloomberg, e não se sabe qual é o objetivo final da Maçã. Também não se sabe se a empresa deseja desenvolver seus próprios satélites ou simplesmente utilizar dados de satélite de outras pessoas.


Com a tecnologia em mãos, a gigante de Cupertino poderia fazer uma série de coisas úteis, como melhorar o serviço de mapas e o rastreamento de localização ou aumentar a recepção móvel e a cobertura da Internet para seus dispositivos, tornando a empresa mais independente das operadoras ao redor do mundo.


O relatório diz que a Apple atualmente tem cerca de uma dúzia de engenheiros trabalhando no projeto, mas está constantemente recrutando novos membros para a equipe, que é liderada por dois engenheiros aeroespaciais, Michael Trela ​​e John Fenwick, que anteriormente trabalhavam para a Skybox Imaging, uma empresa de imagens de satélite comprada pelo Google em 2014. No Google, Trela ​​e Fenwick trabalhavam em satélites e naves espaciais antes de entrarem para a Apple, em 2017.


Os relatórios são preliminares, mas a Maçã certamente não é a única empresa de tecnologia que mostra interesse em satélites. O campo está passando por um renascimento, pois as novas tecnologias diminuíram os custos. Tanto a SpaceX quanto a Amazon estão trabalhando em suas próprias iniciativas para fornecer cobertura de Internet via satélite e começaram a lançar o que acabará sendo constelações de milhares de naves em órbita.


A indústria de satélites tem um passado decadente e está repleta de falhas de alto nível, como Iridium, GlobalStar e Teledisc, empresas que arrecadaram bastante financiamento e lançaram frotas de satélites na década de 1990, mas acabaram não se sustentando devido a desafios financeiros e tecnológicos.


Ainda não há informações se os satélites da Apple falharão ou voarão. A Bloomberg relatou que o CEO da empresa, Tim Cook, se interessou pelo projeto - um sinal potencialmente positivo quando a empresa aumentou em 14% os gastos em Pesquisa e Desenvolvimento em 2019, para cerca de US$ 16 bilhões.



Fontes: The Verge e Bloomberg

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.