• Rafael de Angeli

Rumor: Apple Glass poderá deixar a tela do iPhone ou iPad visível apenas para seu usuário

Os iPhones e iPads podem fornecer uma tela de privacidade que, através da Realidade Aumentada, permitem que apenas o usuário do 'Apple Glass' veja informações.

Imagem: Reprodução/appleInsider

A Apple diz repetidamente que a privacidade não é um complemento extra. Ela está presente desde sempre e parece demonstrar isso com pesquisas para o próximo "Apple Glass". Novas propostas mostram a Maçã explorando como aproveitar a Realidade Aumentada (AR) para criar efetivamente maneiras de proteger mais a privacidade do usuário.


"Privacy Screen" (Tela de Privacidade), um novo pedido de patente, propõe uma maneira de limitar o que qualquer pessoa, exceto o proprietário do dispositivo, realmente vê. Ele foi criado especificamente para se livrar da necessidade de capas de tela polarizadas (películas) que diminuam o ângulo de visão.


"Películas tradicionais de privacidade atenuam parte da luz na direção perpendicular à tela, o que reduz o brilho percebido pelo usuário", diz a patente. "Para compensar, um usuário pode remover a tela de privacidade quando a privacidade não é uma preocupação; nesse caso, o usuário deve armazenar, transportar e reinstalar a tela de privacidade".

Películas desse tipo às vezes fazem com que o dispositivo aumente o brilho para compensar, e isso reduz a vida útil da bateria. Acima de tudo, uma película polarizada pode dificultar a visualização, afeta significativamente a vida útil da bateria e ainda não impede que todos a vejam.


A proposta da Apple acaba com a necessidade de se usar uma película polarizada em um iPad ou iPhone e, em vez disso, utiliza a Realidade Aumentada e o “Apple Glass" juntos. Embora existam abordagens diferentes descritas na patente, a principal é um método de usar as informações apresentadas nos óculos.


Se você estiver usando o Apple Glass e olhar para a tela do seu iPad, por exemplo, a AR fará parecer como se houvesse uma exibição normal nesse dispositivo. Para qualquer pessoa ao seu redor ou mesmo atrás de você, o iPad pode parecer completamente em branco.


Mesmo não parecendo prático, é inteligente que a AR possa mapear uma exibição na tela do iPad quando você estiver olhando para ele. Parece mais sensato colocar esses dados na tela do “Apple Glass". No entanto, esse sistema proposto faria mais. Além de exibir passivamente as informações a serem lidas, o sistema de AR faria parecer que os controles estavam “realmente” na tela do iPad. O tablet pode registrar o usuário tocando nesses controles.


O resultado é que, para qualquer pessoa ao seu redor, pareça que você está tocando aleatoriamente em uma tela em branco. Mas para você, é exatamente como se você estivesse usando um iPad ou iPhone normalmente.

Detalhe da patente mostrando, à esquerda, uma tela "em branco", e à direita o que o usuário do Apple Glass poderia ver.

Além de contar com o iPad ou uma tela similar, a patente discute como um par de dispositivos pode determinar sua posição relativa. Nesse caso, o aspecto da privacidade pode ser que, quando você levanta o Apple Watch, ele reconhece que não está olhando para o iPhone. Ele poderia direcionar as informações necessárias para o visor do relógio e deixar a tela em branco no smartphone.


O pedido de patente é creditado a dois inventores, Clement Pierre Nicolas Boissi Re e Timothy R. Oriol. O último possui várias patentes anteriores, incluindo as potencialmente relacionadas à renderização gráfica e "taxa de atualização dinâmica da exibição com base no movimento do dispositivo".


Leia também:

- Rumor: 'Apple Glass' custará US$ 499, terá suporte a lentes prescritas e muito mais

- Rumor: Apple Glass e headset focado em game são as apostas para Realidade Aumentada da Apple



Fonte: appleinsider

19/07/2020 - 21h41

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.