• Rafael de Angeli

iPad Pro M1 tem câmera com recurso macro superior ao do iPhone

"O ‌iPad‌ basicamente vem com um microscópio", disse o desenvolvedor que descobriu o recurso.


Quando a Apple lança um novo produto com tecnologia de câmera atualizada, os desenvolvedores por trás do popular aplicativo de fotografia Halide costumam dar um mergulho profundo nos recursos de câmera renovados para nos fornecer alguns insights sobre como as coisas funcionam "nos bastidores".


O desenvolvedor da Halide, Sebastiaan de With, compartilhou uma olhada nas câmeras dos novos modelos de iPad Pro de 11 e 12,9 polegadas, descobrindo uma capacidade macro ainda não divulgada pela gigante de Cupertino. A câmera do novo ‌iPad Pro‌ tem um design de lente diferente da câmera do iPhone (talvez por ser maior e ter mais espaço para a tecnologia), o que permite focar em coisas que estão muito mais próximas do sensor.



O ‌iPhone‌ focaliza cerca de 8 centímetros, mas a câmera do iPad pode chegar muito mais perto, permitindo fotos macro que não são possíveis no ‌smartphone.


O desenvolvedor disse que estava usando o ‌iPad‌ no colo quando percebeu que focava perfeitamente na perna da calça, levando-o a experimentá-lo com outros objetos. "O ‌iPad‌ basicamente vem com um microscópio", disse ele.

Pode ser difícil fazer com que a câmera do ‌iPad Pro‌ foque com o recurso de foco automático assistido pelo scanner LiDAR, então Sebastiaan recomenda um aplicativo de câmera, como o Halide para ‌iPad‌, para colocá-lo em modo de foco manual.


A maior mudança nos modelos do ‌iPad Pro‌ de 2021 com chip M1 vem na forma de uma câmera frontal renovada que permite um novo recurso ultra-angular "Palco Central", projetado para panorâmico e zoom conforme o usuário se move pelo ambiente durante chamadas de vídeo pelo FaceTime, por exemplo.



A funcionalidade de câmera ultra-angular usada para o Palco Central tem um campo de visão de 122º, mas tudo é feito com software em vez de hardware. Ainda há uma única câmera frontal no iPad Pro‌ M1 que lida com a distância focal padrão e a visão mais ampla.


"O ‌‌iPad Pro‌ M1 possui esses 12 megapixels no sistema de câmera frontal para permitir um 'sistema de câmera dupla' mais integrado: um que é inteiramente criado em software. A câmera é ultra-angular e apenas ultra-angular; graças às correções de software e megapixels extras, o sistema pode simplesmente recortar aquela imagem ampla e detalhada da câmera até sua antiga distância focal".


A visão da câmera frontal padrão é cortada da visão grande-angular, algo que a Apple também fez nos modelos mais recentes do ‌iPhone‌. Sebastiaan disse que o recurso Palco Central é um "software muito impressionante" que só pode ser obtido com uma forte integração de software e hardware, possivelmente graças ao poderoso chip M1.


A visão geral completa da câmera do ‌iPad Pro‌ M1 de Sebastiaan de With pode ser vista no site da Halide.



Fonte: MacRumors

26/05/2021 - 21h31