• Rafael de Angeli

iPad Pro com M1 é 56% mais rápido que a geração anterior e supera MacBook Pro com Core i9

Benchmarks também apontam seu desempenho gráfico de até 71% mais rápido do que o iPad Pro da geração anterior com o chip A12Z e quase igual aos Macs com M1.


No mês passado, a Apple lançou um novo iPad Pro com o mesmo chip M1 dos Macs mais recentes, e os primeiros resultados de benchmark indicam que o iPad Pro M1 é mais de 50% mais rápido do que o iPad Pro da geração anterior.


Com base em cinco resultados legítimos do Geekbench 5 (aqui está o quinto) para o iPad Pro de 12,9 polegadas de quinta geração com o chip M1, o dispositivo tem pontuações médias de single-core e multi-core de 1.718 e 7.284, respectivamente. Em comparação, a quarta geração do iPad Pro de 12,9 polegadas com o chip A12Z tem pontuações médias single-core e multi-core de 1.121 e 4.656, respectivamente, o que significa que o iPad Pro M1 é cerca de 56% mais rápido.


Geekbench 5: resultados médios de multi-core

  • MacBook Air com M1: 7.378

  • iPad Pro com M1: 7.284

  • MacBook Pro 16" com Core i9: 6.845

  • iPad Pro 2020 com A12Z: 4.656


É importante notar que o iPad Pro de 12,9 polegadas de terceira geração com o chip A12X tem uma pontuação multi-core média mais alta de 4.809, provavelmente devido à variação estatística, mas isso ainda faz com que o iPad Pro M1 seja 51% mais rápido, com a afirmação de marketing da Apple de que o iPad Pro M1 é até 50% mais rápido do que a geração anterior.


Os resultados do benchmark revelam que o iPad Pro M1 tem desempenho virtualmente idêntico aos Macs com M1 lançados no final do ano passado. O MacBook Air com M1, por exemplo, tem pontuações médias single-core e multi-core de 1.701 e 7.378, respectivamente. Isso significa que o iPad Pro M1 é mais rápido que um MacBook Pro de 16 polegadas com um processador Intel Core i9, que tem pontuações médias single-core e multi-core de 1.091 e 6.845, respectivamente.


Quanto ao desempenho gráfico, o iPad Pro M1 atualmente tem uma pontuação média de 20.578, que é até 71% mais rápido do que o iPad Pro da geração anterior com o chip A12Z e quase igual ao desempenho gráfico dos Macs com M1.



Nos Estados Unidos, o novo iPad Pro ficou disponível para pré-venda em 30 de abril, com lançamento previsto para 21 de maio. No Brasil ainda não há previsão de lançamento, embora já tenha sido homologado pela Anatel no próprio mês em que foi anunciado pela gigante de Cupertino. É apenas uma questão de tempo... Tempo da Apple, neste caso.


E que venha o chip "M2"! 😍😜



Fontes: Geekbench e MacRumors

12/05/2021 - 20h43