• Rafael de Angeli

Desenvolvedor desafia com sucesso as regras da App Store depois de ameaça da Apple

O desenvolvedor do app Guardian Firewall + VPN desafiou com sucesso as regras da App Store depois que a Apple ameaçou rejeitar sua atualização.

Imagem: Reprodução/9to5Mac

Uma das mudanças que a Apple anunciou para desenvolvedores na WWDC este ano foi a capacidade de desafiar as diretrizes de revisão da App Store. Agora, estamos vendo uma instância inicial em que um desenvolvedor foi capaz de desafiar com sucesso uma regra da loja de aplicativos da Maçã após ter seu aplicativo ameaçado de rejeição.


O Guardian é um firewall e aplicativo VPN para iPhone, fundado por Will Strafach. Nas últimas semanas, no Twitter, Strafach tem relatado uma experiência com a análise da App Store a respeito de um recurso Day Pass em seu aplicativo.


Guardian para iOS inclui uma opção de Day Pass que permite aos usuários comprarem recursos do app por 24 horas. É uma forma de os usuários protegerem seu tráfego por um curto período de tempo, como ao usar temporariamente uma rede wi-fi pública. O recurso Guardian Day Pass permite que os usuários “bloqueiem rastreadores e outros incômodos digitais enquanto desfrutam de conexões VPN rápidas”.


Esse é um recurso antigo do Guardian, mas Strafach disse que a Apple só o questionou no início de agosto. De acordo com ele, a gigante de Cupertino ameaçou rejeitar as atualizações do Guardian, a menos que o recurso Day Pass fosse removido. A Apple citou o ponto 3.1.2 das diretrizes da App Store, que diz que se um aplicativo oferece uma assinatura renovável, seu período deve durar pelo menos sete dias.


"Se você oferecer uma assinatura de renovação automática, deverá fornecer valor contínuo ao cliente, e o período de assinatura deve durar pelo menos sete dias e estar disponível em todos os dispositivos do usuário".

No caso do Guardian, a compra do Day Pass não é uma assinatura, mas uma compra única para 24 horas de acesso aos recursos Premium. Outros aplicativos, como o Secure Wi-Fi, da Sprint, oferecem compras semelhantes em um único dia, sem problemas de análise da App Store.



Em 15 de agosto, Strafach escreveu, no Twitter, que o Guardian desafiou a diretriz 3.1.2 conforme ela era aplicada. No final de agosto, ele publicou uma atualização sobre a situação, dizendo que o desafio das diretrizes do app foi bem-sucedido. “Estou bastante impressionado que esta nova capacidade de desafiar e mudar as diretrizes da App Store seja genuína e o tempo de resposta rápido”, disse Strafach.



A capacidade de desafiar as diretrizes específicas da App Store foi anunciada pela Apple na WWDC como parte de uma variedade de esforços para melhorar a experiência do desenvolvedor. Ao mesmo tempo, a empresa também informou que as correções de bugs não seriam mais atrasadas devido a violações das diretrizes.


"Primeiro, os desenvolvedores não apenas poderão apelar das decisões sobre se um aplicativo viola uma determinada diretriz das Diretrizes de Revisão da App Store, mas também terão um mecanismo para contestar a própria diretriz. Em segundo lugar, para aplicativos que já estão na App Store, as correções de bugs não serão mais atrasadas devido a violações das diretrizes, exceto aquelas relacionadas a questões legais. Em vez disso, os desenvolvedores poderão resolver o problema em seu próximo envio".

Claro, pode-se argumentar que a rejeição do app Guardian foi bastante infundada desde o início, dada a inclusão de recursos semelhantes em outros aplicativos da App Store e o próprio texto da diretriz citada. No entanto, é notável ver que a equipe do Guardian foi capaz de ter sucesso ao "desafiar" uma decisão da App Store por meio desse novo processo.



Fonte: 9to5Mac

05/09/2020 - 17h39

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.