• Rafael de Angeli

Apple enfrenta penalidade de quase US$ 1 bilhão da Samsung por encomendas de telas OLED

A Maçã supostamente fez outro pagamento à Samsung por vender menos iPhones que o previsto.


De acordo com um novo relatório da Display Supply Chain Consultants, a Apple fez um pagamento único de US$ 950 milhões à Samsung pela compra de menos telas OLED para iPhones do que o necessário.


Até hoje, na história dos smartphones da Maçã, os seguintes modelos possuem telas OLED: iPhone X (2017), XS e XS Max (2018) e 11 Pro e 11 Pro Max (2019).


A Samsung observou, em seu comunicado de orientação do segundo trimestre, que o lucro operacional do segundo trimestre de 2020 incluía um "ganho único relacionado aos seus negócios de exibição", mas não especificava o valor. A The Elec informou, no mês passado, que a Samsung recebeu cerca de US$ 745 milhões da Apple, mas o relatório de ontem do DSCC cita fontes não identificadas e diz que a Maçã fez um pagamento "próximo de US$ 950 milhões".


"O pagamento da Apple provavelmente transformou o que de outra forma teria sido uma perda operacional para telas de dispositivos em um lucro operacional", explica o relatório.

As diretrizes de receita caíram 7% em relação ao ano anterior para as telas da Samsung, mas as de lucro operacional aumentaram 23%, muito maior que as expectativas dos analistas.


Se essa situação parece familiar, é porque algo semelhante aconteceu no segundo trimestre de 2019, quando a Apple também enfrentou uma penalidade da Samsung por não comprar telas OLED no nível acordado. Conforme notícias da época, era improvável que a gigante de Cupertino liquidasse a dívida em dinheiro, mas concedia pedidos extras à Samsung a ponto de o lucro ser igual à multa devida. Não existem informações se o mesmo aconteceu este ano.


A Apple tem acordos com muitos de seus fornecedores para fazer uma compra mínima, com probabilidade de atingir preços mais baixos por unidade. Se a Apple não atingir essa compra mínima, os contratos geralmente estipulam que uma penalidade será aplicada. Este ano, a cadeia de suprimentos e as demandas da empresa foram afetadas pela Covid-19, o que poderia explicar o que levou a empresa a encomendar menos telas OLED do que o inicialmente esperado.


Fonte: 9TO5Mac

14/07/2020 - 17h21

NewsOnApple_Site_vertical.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Youtube
  • Apple Podcasts
  • Spotify
  • Deezer
  • Google_Podcasts_Logo_2


ASSINE NOSSA NEWSLETTER

2019-2020 © News On Apple. Todos os direitos reservados.