• Rafael de Angeli

Apple quer 'mais largura de banda' além do Bluetooth para evoluir os AirPods

O vice-presidente de acústica da Apple, em entrevista para o What Hi-Fi?, forneceu alguns insights interessantes sobre as limitações do Bluetooth e o conjunto de recursos dos ‌AirPods 3‌.


Em outubro, a Apple lançou os AirPods de terceira geração, que têm um novo design, suporte para Equalização Adaptativa, áudio espacial e outros novos recursos. Para explicar algumas das decisões de design que a empresa fez com os fones, o vice-presidente de acústica da Apple, Gary Geaves, em entrevista para o What Hi-Fi? (via 9to5Mac), forneceu alguns insights interessantes sobre as limitações do Bluetooth e o conjunto de recursos dos ‌AirPods 3‌.


De acordo com Geaves, os ‌AirPods de terceira geração‌ foram construídos inteiramente com componentes feitos sob medida, sem usar "nada disponível no mercado". A Apple está usando um "sistema acústico complicado", "porta de graves cuidadosamente ajustada" e um "amplificador totalmente novo e personalizado", tudo em nome da melhor qualidade de som possível. A Maçã pode otimizar o som com componentes de hardware, mas como aponta o Hi-Fi, o Bluetooth é a limitação real.


Quando questionado se o Bluetooth está atrapalhando o hardware da Apple e "sufocando a qualidade do som", Geaves se recusou a falar muito, mas disse que a empresa "se concentra muito" em obter o máximo do Bluetooth e que "é justo dizer" que a gigante de Cupertino "gostaria de mais largura de banda".


"Obviamente, a tecnologia sem fio é crítica para a entrega de conteúdo de que você fala, mas também coisas como a quantidade de latência que você obtém quando move a cabeça, e se for muito longo, entre mover a cabeça e a mudança do som ou permanecendo estático, fará você se sentir muito mal, então temos que nos concentrar muito em aproveitar ao máximo a tecnologia Bluetooth, e há uma série de truques que podemos usar para maximizar ou contornar alguns dos limites do Bluetooth. Mas é justo dizer que gostaríamos de mais largura de banda e... vou parar por aqui. Gostaríamos de mais largura de banda".

AirPods de terceira geração, lançados em outubro de 2021.

Ao conceituar os ‌AirPods 3‌, Geaves disse que a equipe "olhou bem de perto" os pontos fortes dos AirPods de segunda geração. O "ajuste aberto sem esforço" que não cria uma vedação na orelha é uma grande atração dos AirPods, mas projetar em torno da falta de uma vedação "cria desafios para a equipe de áudio".


Como não há duas orelhas iguais, Geaves disse que o som que as pessoas experimentam é "significativamente diferente, especialmente o baixo", o que levou a equipe a adicionar a Equalização Adaptativa, um recurso dos AirPods Pro, aos ‌AirPods 3‌. Ele foi projetado para fornecer uma "resposta de frequência consistente, independentemente do nível de ajuste que cada pessoa obtenha".


Ao projetar hardware de áudio, a Apple trabalha a partir de uma "base analítica forte" e fez "medições extensas" e "pesquisa estatística profunda" para informar uma "resposta analítica acústica interna" que é levada em consideração. Geaves disse que a empresa também entende que ouvir música "é uma experiência emocional com a qual as pessoas se conectam em um nível muito profundo", então a Apple também trabalha com uma "equipe especializada de ouvintes e sintonizadores críticos". A equipe é da indústria de áudio profissional e refina o som de cada produto, incluindo os novos ‌AirPods 3‌.


Linha atual: AirPods 2, AirPods 3, AirPods Pro e AirPods Max.

A entrevista completa com Geaves dá mais detalhes sobre os ‌AirPods 3‌ e vale a pena ser conferida.



Fontes: What Hi-Fi?, 9to5Mac e MacRumors

2/1/2022 - 0h29