• Rafael de Angeli

Meta (Facebook) é coroada como a 'Pior Empresa de 2021'

O Facebook, também conhecido como Meta, foi eleito como a pior empresa do ano, após 12 meses turbulentos de controvérsias, reação pública e uma eventual reformulação, de acordo com uma pesquisa do Yahoo Finance.

Imagem: Reprodução/Facebook

O Yahoo Finance elege, anualmente, a melhor empresa do ano, com a Microsoft assumindo o primeiro lugar em 2021. Este ano, porém, o Yahoo Finance também fez o desafio de "pior empresa do ano", com o Facebook (Meta), rapidamente assumindo o primeiro lugar. De acordo com a pesquisa, que entrevistou mais de 1.000 pessoas, o Facebook recebeu 50% mais votos pelo anúncio em comparação com o Alibaba, uma plataforma de e-commerce chinesa.


Os entrevistados têm uma "ladainha de queixas" em relação ao Facebook, incluindo, mas não se limitando a, preocupações com a censura (Fake News), relatórios sobre o impacto do Instagram na saúde mental e privacidade. Embora os resultados da pesquisa sejam sombrios e desfavoráveis ​​à empresa, 30% dos participantes responderam positivamente que o Facebook poderia "se redimir".


O Facebook, em meio a escândalos, mudou de nome para "Meta", marcando o início de uma nova direção para a empresa, de acordo com seu fundador e CEO Mark Zuckerberg. O novo nome pretende estar mais de acordo com o objetivo de construir um "Metaverso", um mundo totalmente digital. A reformulação da marca foi amplamente vista como uma tentativa de desviar a atenção e, de acordo com alguns participantes da pesquisa, funcionou.


"Um entrevistado disse que o Facebook poderia se redimir reconhecendo e se desculpando pelo que fez e doando uma 'quantia considerável' de seus lucros para uma fundação para ajudar a reverter seus danos. Enquanto algumas pessoas viram a reformulação da Meta como uma tentativa cínica de mudar a conversa, outras ficaram entusiasmadas com o potencial de uma nova direção que poderia a) ser interessante e b) algo diferente do modelo de mídia social envelhecido".

O Facebook há muito tempo se envolve em preocupações públicas sobre a privacidade de seus usuários e tem lutado notavelmente com a Apple por mudanças no iOS e no iPadOS que tornam mais difícil para as empresas rastrear usuários em outros aplicativos e sites.



O Facebook alegou que a nova mudança, o App Tracking Transparency (ATT - Transparência do Rastreamento de Apps), prejudicaria as pequenas empresas que dependem da publicidade para atrair novos clientes. Mark Zuckerberg foi mais longe ao dizer que o crescimento fraco do Facebook no último trimestre do ano foi parcialmente culpado pelo ATT.


O CEO da Apple, Tim Cook, também não se esquivou de culpar o Facebook por suas práticas e modelo de negócios. Em um discurso no início do ano, Cook deu a entender que o modelo de negócios do Facebook leva à polarização e à violência. Um porta-voz da Meta se recusou a responder a um comentário do Yahoo Finance sobre a pesquisa.



Fontes: Yahoo Finance e MacRumors

30/12/2021 - 7h45