top of page
  • Foto do escritorRafael de Angeli

Young: Apple Watch Ultra com tecnologia micro-LED será lançado em 2025 no mínimo

De acordo com vários rumores diferentes dos últimos meses, espera-se que o Apple Watch mude de OLED para micro-LED no futuro. Uma nova informação do analista e leaker Ross Young, no entanto, indica que a Apple decidiu adiar a transição.


O analista e também leaker Jeff Pu relatou, em janeiro, que um Apple Watch Ultra com tecnologia micro-LED e uma tela maior estava a caminho de 2024. A Bloomberg corroborou esse rumor logo em seguida, dizendo que a Apple substituiria as telas nos "Apple Watches de última geração" por micro-LED até o final de 2024.


Em uma postagem no Twitter para seus assinantes, no entanto, Young diz que a Apple adiou essa mudança para o segundo semestre de 2025, no mínimo. Ele não forneceu mais detalhes sobre o atraso, mas com cronogramas tão distantes no futuro, atrasos e desafios de produção são esperados.


O Apple Watch atualmente usa telas OLED, desde o lançamento do primeiro modelo em 2015. Os painéis micro-LED oferecem várias melhorias em comparação com o OLED. O micro-LED pode atingir níveis de brilho mais altos e fornecer cores mais consistentes do que o OLED.


O micro-LED também é menos suscetível a problemas de burn-in, que ocorrem também em TVs, monitores e celulares com telas OLED, exibindo manchas permanentes. O efeito é causado pelo desgaste dos componentes orgânicos que compõem o display.


A tecnologia micro-LED também é muito mais eficiente em termos de energia do que o OLED, algo que é especialmente importante em um dispositivo como o Apple Watch, onde cada minuto de duração da bateria conta.


As telas do Apple Watch de próxima geração foram descritas pela Bloomberg como oferecendo "cores mais brilhantes e vibrantes e a capacidade de serem vistos em um melhor ângulo".



A transição para micro-LED para o Apple Watch ocorre quando a Apple pretende começar a usar suas próprias telas para iPhones e Apple Watches. Atualmente, a Maçã conta com parceiros como a Samsung e LG para telas que usa nos iPhones, iPads e Apple Watches.



Fontes: 9to5Mac, Bloomberg e Twitter

29/4/2023 - 16h35

Comments


bottom of page