• Marcelo Dada

Review: Planeta Pré-histórico (Prehistoric Planet) renova a apresentação dos dinossauros e da Terra

Série documental produzida para o Apple TV+ traduz um triunfo das pesquisas científicas de ponta, das tecnologias e das equipes de produção de áudio e vídeo, onde contempla o espectador com uma visão renovada dos ambientes e dos complexos habitantes da Terra de milhões de anos atrás.


Sinopse


Período Cretáceo, há cerca de 66 milhões de anos. Na costa, uma Tuarangisaurus grávida está em perigo e seu filhote percebe a situação enquanto eles viajam pelas águas que abrigam os predadores mais mortais dos mares e oceanos da época.


No deserto, em regiões que compreendem uma interface do Norte da África e do Sul da Europa, disputas territoriais e combates aéreos entre Pterossauros Barbaridactylus machos são ferozes para atrair a atenção das fêmeas.


Macho e Fêmea de Barbaridactylus

No pântano, uma jornada contra insetos irritantes ao longo do território asiático por um Deinocheirus, com cerca de oito toneladas, um corpo emplumado e um bico semelhante ao de um pato.


Na floresta, coberta por neve, um tenso impasse se desenvolve entre antigos rivais, os Paquirrinossauros e os Nanuqsaurus.


Uma viagem por uma caverna subterrânea na América do Norte se torna perigosa quando um jovem Tricerátops é separado de sua mãe.


Filhote de Tricerátops

Sobre a Série Documental


Os documentários são gêneros do cinema que possuem uma liberdade muito grande para tomar formas diferentes de mostrar fatos biográficos, científicos, jornalísticos e muito mais. O documentário pode assumir a construção de narrativas através da coletânea de dados, sejam reais, frutos de pesquisas ou fictícios, e pode causar um estranhamento nos espectadores que não estão acostumados a procurar por este estilo de abordagem da narrativa. O "protagonismo" em um documentário pode ser flutuante, ir do narrador aos personagens, quando são apresentados.


Lançada em 23 de maio de 2022 no Apple TV+, a série documental Planeta Pré-histórico conta com cinco episódios que não ultrapassam 45 minutos cada. Eles se passam em diferentes localidades da Terra durante o Cretáceo, último período da era Mesozoica e que serve como inspiração para inúmeras pesquisas e produções cinematográficas, ou para a televisão, exatamente por abrigar um conjunto de evidências científicas bem conhecidas, bem estudadas e fundamentais para o entendimento do ambiente, da fauna e da flora que perfaziam a composição biológica fascinante e diversa dessa época.


Dreadnoughtus adultos

Com o intuito de criar algo épico, os produtores executivos Jon Favreau (The Mandalorian) e Mike Gunton (Planet Earth) utilizam uma produção de imagens ancoradas às últimas descobertas da paleontologia, com o uso de tecnologias e estudos mais recentes da década para revelar habitats e habitantes espetaculares da Terra em seu período cretáceo. A produção conta com um renomado time da Unidade de História Natural da BBC Studios e com efeitos visuais fotorrealistas da MPC, a Moving Picturing Company (O Rei Leão).


A série documental utiliza muito daquilo que já conhecemos sobre os dinossauros, mas também nos apresenta elementos novos e curiosos. Em uma excelente escolha, o primeiro episódio mostra um Tiranossauro Rex macho nadando com seus filhotes em uma travessia por uma região do mar anterior ocidental (mar que cortava a América do Norte) aparentemente atraído pelo cheiro de uma tartaruga gigante morta. Quem poderia imaginar um Tiranossauro Rex nadando e cuidando de filhotes? Pequenos vídeos que podem ser conferidos na extensão de toda a produção de cada episódio se propõem a explicar as evidências que levaram os cientistas a ousar e apresentar comportamentos nunca antes vistos ou inimagináveis sobre os dinossauros.


Tiranossauro Rex adulto e jovem

Os aspectos que percorrem as pequenas narrativas ao longo dos episódios da série normalmente são provenientes de uma escolha de conteúdo científico de ponta que sugerem comportamentos pouco ou nunca explorados na concepção gráfica de dinossauros conhecidos, e também de espécies desconhecidas. Existe um cuidado muito perceptível em mostrar como se davam os comportamentos parentais, a dificuldade de ser um filhote em um ambiente tão competitivo e hostil, a cooperação e a interação entre outros parentes e entre diferentes espécies.


Contando com a trilha sonora do premiado Hans Zimmer (Duna, 2022), o trabalho é impecável: podemos mergulhar juntos, pairar no céu, sentir o frescor da costa, o frio das florestas e, claro, a ansiedade de uma perseguição premeditada ou surpresa. O resultado de uma experiência tão imersiva é o somatório de uma produção de alta qualidade gráfica, de um estudo profundo do comportamento dos dinossauros, que é absolutamente crível, e de uma perspicácia sonora extremamente bem dosada e que transmite tantas sensações junto às cenas.


Deinocheirus

Equipe e Produção


Produtores Executivos: Jon Favreau e Mike Gunton.

Sonoplastia: Hans Zimmer.

Estúdios: BBC Studios e Moving Picturing Company MPC.


Trailer


Não encontramos o trailer legendado em português. Confira o trailer da produção original, Prehistoric Planet, narrado por Sir David Attenborough:


Avaliação


A avaliação pontua de 0 a 2 para cada critério e o somatório representa uma nota atribuída para a produção.

Série/Documentário:

Planeta Pré-Histórico

Pontuação/Nota

Criação, Concepção, Narrador(a)

2,0

Roteiro

1,3

Direção Técnica e Autoria

1,5

Cenário e Fotografia

2,0

Sonoplastia

1,8

Nota Final da Equipe News On Apple

8,6

Entenda como funcionam os critérios de notas da Equipe News on Apple.


Para a avaliação da produção no formato de documentário, o critério Elenco e Atuação foi avaliado pela Criação, Concepção e pelo Trabalho e Interpretação do Narrador na obra original.


Sobre o Apple TV+


O AppleTV+, o primeiro serviço de filmes e programas totalmente originais por assinatura daApple, oferece vários filmes e séries premiados e inspiradores e esportes. Os assinantes podem assistir aos AppleTV+ Originals online, offline e sob demanda, no app Apple TV, que já vem instalado no iPhone, iPad, AppleTV, iPod touch e Mac. O conteúdo também está disponível em tv.apple.com/br. O app AppleTV também está disponível em smartTVs selecionadas, incluindo Samsung, LG, Panasonic, Sony, TCL, VIZIO e outras, aparelhos AmazonFireTV e Roku, consoles de jogos PlayStation e Xbox, Chromecast com GoogleTV e decodificadores, incluindo Sky Q, SK Broadband e Comcast Xfinity. Para mais informações,visite apple.com/br/apple-tv-app.



18/7/2022 - 21h55